Banco Inter registra lucro líquido de R$ 11,2 milhões no 1T18

  •  
Banco Inter registra lucro líquido de R$ 11,2 milhões no 1T18 Foto: Divulgação Banco Inter registra lucro líquido de R$ 11,2 milhões no 1T18

O Banco Inter, instituição financeira que oferece conta corrente totalmente gratuita e pioneira na modalidade digital no Brasil, registrou lucro líquido de R$ 11,2 milhões no primeiro trimestre, aumento de 78% na comparação anual. O bom desempenho foi motivado pelos esforços do banco em diversificar produtos e serviços oferecidos aos clientes. O crescimento da carteira de crédito, a redução de custos de funding e monetização da base de clientes também contribuíram com o desempenho.

O Banco Inter atingiu a marca de 535,6 mil contas digitais no primeiro trimestre, crescimento de 338% nos últimos 12 meses. . No 1T18 foram abertas 160 mil novas contas, recorde de abertura de contas dentro de um trimestre, com aumento de 270% em relação ao 1T17. O forte crescimento da base de clientes não inclui somente contas de pessoas físicas, mas também Contas Pro, com foco em pequenas e médias empresas, e Contas MEI, lançada em março para atender microempreendedores individuais. Em menos de um mês de operação, foram abertas 1.700 contas MEI.

"O forte crescimento financeiro e operacional do Banco Inter neste primeiro trimestre confirma a receptividade do mercado ao nosso modelo de negócio e propósito de revolucionar a experiência bancária", afirma João Vitor Menin, presidente do Banco Inter. "Temos um modelo de negócio único, pois oferece uma proposta de valor disruptiva e inédita que reúne as características da indústria bancária e das fintechs. O Banco Inter é um banco digital e gratuito que atua como um dos líderes na modernização da indústria bancária brasileira", destaca o executivo.

No primeiro trimestre, o número de transações realizadas foi de 9,5 milhões, aumento expressivo de 565% em comparação ao mesmo período do ano passado. O volume transacionado foi de R$ 5,8 bilhões, incremento de 167% em relação ao 1T17. Este é um bom indicador do nível utilizado dos serviços do banco e um indício de que mais clientes têm usado o Banco Inter como seu banco primário: recebendo seus salários, usando o cartão de débito de forma recorrente e investido seus recursos na instituição.

O número de investidores no Banco Inter cresceu 229% nos últimos doze meses e chegou a 50,9 mil clientes. Com cerca de 10% dos clientes como investidores, o Banco Inter finalizou o 1T18 com uma base de captação forte. No 1T18 o volume total de recursos investidos via Banco Inter atingiu R$ 6 bilhões, dos quais R$ 3,1 bilhões representam o saldo de captação.

Os ativos totais do banco somaram R$ 3,8 bilhões no final do primeiro trimestre. A carteira de crédito total é de R$ 2,62 bilhões. Sendo que, o crédito imobiliário atingiu uma carteira de R$ 1,6 bilhão, expansão de 23,5% ao longo de 12 meses. Destaque para os empréstimos imobiliários com garantia de imóvel, que apresentaram expansão de 51,4% em 12 meses.

O Retorno sobre Patrimônio Líquido Médio (ROAE) no 1T18 foi de 11,6%, aumento 4.4 p.p. em comparação ao mesmo periodo do ano anterior. Já o retorno sobre o ativo médio (ROAA) foi de 1,2% no ano, incremento de 0,4 p.p. em relação ao 1T17.O Banco Inter segue com excelente nível de capitalização, com Índice de Basileia de 15,4%, mantendo forte estrutura de capital para o crescimento sustentável da instituição.

(Redação - Investimentos e Notícias)