Atento registra fluxo de caixa operacional de US$ 52.7 mi

  •  
Atento registra fluxo de caixa operacional de US$ 52.7 mi Foto: Divulgação

A Atento S.A. (NYSE: ATTO) anunciou hoje seus resultados operacionais e financeiros do quarto trimestre e do ano, para o período encerrado em 31 de dezembro de 2019.

Segundo a empresa, 13,9% do crescimento multissetorial no quarto trimestre levou a um aumento de 4,8% YoY (ano a ano) na receita consolidada com melhores margens.

 

Houve crescimento multissetorial em todas as regiões: 6,3%, 27,3% e 9,8% no Brasil, nas Américas e EMEA, respectivamente.

O EBITDA da taxa de execução aumentou 3,3% YoY no trimestre, refletindo melhor mix de expansão da receita. A margem EBITDA ajustada e normalizada aumentou 50 bps e 40 bps no Brasil e nas Américas, respectivamente.

O Fluxo de Caixa Livre (FCF) foi de US$41.0 milhões, refletindo melhora no Capital de Giro.

A empresa também recomprou 1,3 milhões de ações no quarto trimestre por US$ 3,4 milhões, demonstrando confiança da administração no plano de transformação e nas perspectivas dos negócios.

Destaques do ano de 2019

· Crescimento multissetorial em todas as regiões: 6,4%, 9,4% e 10,3% no Brasil, nas Américas e EMEA, respectivamente.

· Empresas Born-Digital e prestadores de serviços de saúde impulsionaram o crescimento multissetorial no Brasil, enquanto volumes mais altos de contratos novos e existentes aumentaram as vendas multissetoriais nas Américas.

· Multissetor contabilizado por 64,7% da receita total no ano fiscal 2019, um aumento de 370 bps.

· Ano recorde de vendas: crescimento de 45% YoY em novas receitas do ano com melhor lucratividade. EBITDA melhorando sequencialmente no decorrer do ano.

· Tendência positiva refletindo melhor mix de receitas e iniciativas de melhoras operacionais.

· Programas devolvidos aos clientes no Brasil no segundo semestre de 2019 para contribuir 100bps em margem de EBITDA ajustado no país em 2020 ajudando a financiar o plano de transformação e retorno aos acionistas.

· Impacto de itens extraordinários relacionados com o plano de transformação que vai levar à melhora de lucratividade em 2020.

· US$14,9 Milhões para consolidar as ações minoritárias que a companhia não possui da Interfile e RBrasil.

· Fluxo de Caixa Livre de US$ 9,6 milhões. E 4,4 milhões de ações recompradas em 2019 por US$ 11,1 milhões, demonstrando confiança da administração no plano de transformação e nas perspectivas dos negócios.

(Redação - Investimentos e Notícias)