Preço médio dos imóveis tem queda nominal em 2017

O Índice FipeZap – que acompanha o preço de venda de imóveis residenciais em 20 cidades brasileiras – registrou estabilidade em dezembro (+0,01%) e, assim, encerrou o ano de 2017 com queda nominal dos preços de 0,53% na comparação com o final de 2016. Nos 10 anos de histórico do indicador, esta foi a primeira vez que os preços encerraram um ano em nível nominalmente menor do que o do ano anterior. Considerando-se a inflação esperada (IPCA/IBGE) de 2,78% para o ano de 2017, o Índice FipeZap aponta queda real de 3,23% no preço de venda de imóveis residenciais no ano passado.

Ceia de Natal acumula queda de 7,68% em 2017

O brasileiro poderá ter uma ceia de Natal mais caprichada em 2017. A cesta de produtos natalinos ficou 7,68% mais barata do que em 2016. O levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) mostra que a inflação dos itens que complementam a ceia ficou abaixo da inflação média registrada pelo IPC-10/FGV, no período de janeiro a dezembro de 2017, que foi de 3,24%.

Preço do petróleo seguem em baixa no mercado internacional

Os preços do petróleo continuam operando com retração no mercado internacional. Há pouco, a cotação do barril de petróleo do tipo WTI, com vencimento em janeiro de 2018, perdia 2,46% para US$ 56,20 na Bolsa de Mercadorias de Nova York (NYMEX, sigla em inglês). E barril do tipo Brent, com vencimento em fevereiro de 2018, recuava 2,08% cotado a US$ 61,55 no ICE Exchange de Londres.

(Redação - Investimentos e Notícias)

Preços das laranjas seguem firmes

O feriado nacional da Proclamação da República, no dia 15, não interferiu nas vendas de citros, visto que compradores consultados pelo Cepea se abasteceram no início da semana. Além disso, a baixa disponibilidade de frutas com qualidade próxima à demandada pelo segmento in natura tem mantido os preços firmes. 

IPCA registra queda 0,23% em junho

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de junho teve queda (-0,23%) e ficou bem abaixo dos 0,31% de maio, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse resultado é o mais baixo para um mês de junho desde o início do plano Real e o primeiro resultado mensal negativo para qualquer mês desde junho de 2006 (-0,21%). O IPCA nunca foi tão baixo desde agosto de 1998, quando a taxa atingiu -0,51%.

Expectativa de queda nos preços de imóveis recua no 1T17

Os resultados do Raio-X FipeZap do 1º trimestre de 2017 trazem novos dados sobre a percepção e a expectativa para o mercado imobiliário. A participação dos investidores no total de compradores apresentou ligeiro recuo no período (de 39% do total, em dezembro de 2016, para 38%, em março de 2017), registrando novo piso para a série histórica. Em boa medida, esse comportamento se deve ao declínio do interesse do investimento para aluguel, cuja participação no total de respondentes da pesquisa declinou de 26% para 21% nos últimos 12 meses.

Preço do aluguel residencial tem nova alta em fevereiro

Segundo o Índice FipeZap de Locação – que acompanha o preço de aluguel de imóveis em 15 cidades brasileiras – os preços de locação residencial no Brasil registraram aumento nominal de 0,15% em fevereiro de 2017. Trata-se do segundo aumento consecutivo após vinte meses de queda nominal do indicador, na comparação mensal. Apesar disso, quando comparado com o nível de fevereiro de 2016, o Índice FipeZap de Locação apresenta uma variação nominal de -2,76%.

Recuperação de preços de commodities contribuiu para superávit

A recuperação dos preços das commodities (produtos básicos com cotação internacional) contribuiu para o aumento das exportações brasileiras e, consequentemente, para o saldo positivo da balança comercial em janeiro e fevereiro. No primeiro bimestre deste ano, a balança acumula saldo positivo de US$ 7,3 bilhões, maior resultado para o período desde o início da série histórica, em 1989.

 

Assinar este feed RSS