Preço de locação residencial fecha 1S19 com alta nominal de 3,45%

O Índice FipeZap de Locação Residencial encerrou o mês de junho de 2019 com variação nominal de +0,36% - a sétima alta consecutiva. O percentual observado no mês superou novamente a inflação medida pelo IPCA/IBGE (+0,01%), impondo uma alta real do preço médio de locação de imóveis residencial no último mês (+0,35%). Entre as 11 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap, Florianópolis foi aquela que apresentou a maior elevação de preço em junho (+1,27%), enquanto Belo Horizonte foi a cidade monitorada a apresentar o maior recuo no preço de locação residencial no período (-0,52%).

BR Properties aliena imóvel à FII UBS

BR Properties S.A. (BRPR3) anunciou que celebrou 'Segundo Aditamento ao Instrumento Particular de Promessa de Venda e Compra de Imóveis e Outras Avenças', por meio da qual alienou ao Fundo de Investimento Imobiliário - FII UBS (BR) OFFICE ('Fundo') 70% (setenta por cento) do imóvel comercial denominado 'Edifício Barra da Tijuca", pelo preço total de R$184.800.000,00 (um cento e oitenta e quatro milhões e oitocentos mil reais), que será pago pelo Fundo na forma do Segundo Aditamento.

Custos condominiais registram ligeira alta de 0,68%

Conforme apurado pelo departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), em maio, os custos condominiais registraram um ligeiro aumento de 0,68% na Região Metropolitana de São Paulo. A variação acumulada em 12 meses (junho de 2018 a maio de 2019) foi de 5,87%, percentual abaixo do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que apresentou variação de 7,64% no mesmo período.

Valor médio do aluguel aumenta 3%, aponta Secovi-SP

A Pesquisa Mensal de Locação Residencial, elaborada pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), aponta um aumento de 3,04% no período acumulado de 12 meses (junho de 2018 a maio de 2019). O percentual ficou abaixo do IGP–M (Índice Geral de Preços – Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, que apresentou variação de 7,64% no acumulado de 12 meses. Em maio, a variação foi de 1%.

Caixa anuncia medidas para o crédito imobiliário

A CAIXA anunciou, nesta quarta-feira (05), a redução de até 1,25 p.p. nas taxas de juros para operações pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e divulgou também novas alternativas para renegociação de contratos habitacionais para pessoa física. O foco são as dívidas em atraso.

Número de ações locatícias em SP tem queda de 3,2%

De acordo com dados do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) obtidos pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), em abril, foram protocoladas 1.433 ações relacionadas ao mercado de locação na capital paulista, uma redução de 3,2% em relação ao mês de março (1.481 ações). Em comparação com abril de 2018, quando foram contabilizados 1.650 processos, a queda foi de 13,2%.

 

Registro de compra e venda de imóveis cresce 6,4% em SP

Inadimplência em queda e venda de imóveis em alta na capital paulista. Segundo os Indicadores do Registro de Imóveis do Brasil, em fevereiro deste ano as transações de compra e venda em São Paulo cresceram 6,4% em relação a janeiro, e 23,6% em comparação com fevereiro de 2018. Nos últimos 12 meses houve alta de 14,3% em relação ao período anterior.

Mercado de condomínios logísticos melhora na Região Sul

O mercado de condomínios logísticos na Região Sul fechou 2018 com uma expressiva melhora na absorção líquida - saldo da diferença entre áreas locadas e áreas devolvidas. De acordo com relatório da Colliers Internacional Brasil, foram 198.180 mil m² de absorção líquida no acumulado de 2018, ante um número de de 50.251 mil m² se comparado com o mesmo período de 2017. No total, o Sul fechou 2018 19% do volume nacional, um aumento de quase 300% em relação ao acumulado de 2017.

Assinar este feed RSS