Taxa de vacância nos escritórios de alto padrão cai em SP

A taxa de vacância nos escritórios paulistanos de alto padrão segue a tendência de queda em relação aos últimos trimestres e atinge o índice de 18%, dado alcançado somente em 2013. É o menor resultado nos últimos cinco anos. Os dados, medidos trimestralmente pela Colliers International Brasil, revelam que as taxas mais baixas estão no Itaim Bibi e JK (ambos com 2%), Vila Olímpia (7%) e Barra Funda (9%). Já os maiores índices são encontrados em Santo Amaro (50%), Chácara Sto. Antônio (46%) e Marginal Pinheiros (29%). "Nossa previsão de redução na taxa de vacância tem se concretizado trimestre a trimestre e deve continuar assim nos próximos meses. Temos poucos empreendimentos corporativos a serem entregues nos próximos anos e isso abrirá uma janela para que os preços voltem a crescer", acrescenta Ricardo Betancourt, presidente da Colliers Brasil.

Mercado de escritórios de SP tem ligeiro aumento no 2T16

Ainda com ritmo lento de crescimento, a absorção líquida no mercado de escritórios das classes A+ / A de São Paulo foi de 25 mil m² no segundo trimestre do ano, número 15% maior do que no período anterior. De acordo com monitoramento da Colliers International Brasil, a região da Barra Funda foi responsável pela maioria da absorção, 19 mil m².

A sua casa ainda será seu escritório

Não é novidade nenhuma que o trânsito caótico das grandes capitais vem crescendo de uma maneira descontrolada, diminuindo a qualidade de vida daqueles que precisam enfrentar longas distâncias no trajeto entre residência e trabalho. Neste cenário, perdem também as empresas que observam a queda de produtividade atingir o seu negócio, em razão de funcionários desmotivados com o tráfego intenso diário. Um tempo desperdiçado que poderia ser aproveitado com suas famílias ou em outras atividades.

O desperdício de papel em escritórios

Papéis de escritório estão entre os tipos mais valiosos para a reciclagem de papel, porque a cobertura de tinta normalmente é pequena (em geral, textos) e porque tinta de impressora e caneta são fáceis de serem removidas.

Mercado de escritórios virtuais tem começo de ano aquecido

Economia é a palavra de ordem tanto para as empresas quanto para profissionais liberais e consumidores em geral. O mercado retraído e a alta dos preços em diversos serviços e produtos têm forçado as pessoas e as organizações a reverem seus orçamentos, reduzindo gastos e adiando investimentos.

 

Mercado de escritórios de SP registra crescimento

O mercado de escritórios de alto padrão de São Paulo atravessa o ciclo de superoferta. Por consequência, os valores de locação destes edifícios continuam em queda e as condições comerciais amplamente favoráveis ao locatário. O resultado disso é o aumento da migração dos ocupantes de edifícios de menor eficiência e padrão inferior para os de alto padrão, o que colaborou para ocasionar um aumento de 66% na absorção líquida no primeiro trimestre comparado ao mesmo período do ano passado. Segundo monitoramento da Colliers International Brasil, os imóveis de alto padrão registraram uma absorção de 45 mil m² no primeiro período de 2015.

 

Assinar este feed RSS