Mercado de condomínios logísticos melhora na Região Sul

O mercado de condomínios logísticos na Região Sul fechou 2018 com uma expressiva melhora na absorção líquida - saldo da diferença entre áreas locadas e áreas devolvidas. De acordo com relatório da Colliers Internacional Brasil, foram 198.180 mil m² de absorção líquida no acumulado de 2018, ante um número de de 50.251 mil m² se comparado com o mesmo período de 2017. No total, o Sul fechou 2018 19% do volume nacional, um aumento de quase 300% em relação ao acumulado de 2017.

Taxa de vacância de condomínios logísticos fica estável

O estado de São Paulo apresentou taxa de vacância estável no terceiro trimestre de 2018, apesar da entrada de novo inventário no mercado de condomínios logísticos. O resultado é visto como positivo, de acordo com o estudo da Colliers International Brasil, que analisa os dados medidos trimestralmente. A taxa, que se manteve em 24%, resistiu à entrega de novos 84,5 mil m² para locação, 73% a mais que no trimestre anterior, quando o inventário entregue foi de 48,8 mil m².

Mercado nacional de condomínios logísticos segue com preços estáveis

A desaceleração da economia sentida no ano de 2016 não teve forte influência nos preços médios pedidos de locação do mercado nacional de condomínios logísticos de alto padrão. Os preços fecharam o ano de 2016 com os mesmos valores praticados no período anterior, fim de 2015, R$ 20,00 m²/mês. Os dados são da Colliers International Brasil.

Setor de condomínios logísticos reduz ritmo de entrega de imóveis

O mercado de condomínios logísticos começa a dar sinais de retomada, a redução na entrega de novos imóveis nos últimos meses aponta um novo cenário, de acordo com estudo realizado pela Herzog Imóveis Industriais e Comerciais - empresa que atua há mais de 30 anos na comercialização e administração desse tipo de empreendimento. O levantamento prevê que o setor receba 610.000 metros quadrados de novo estoque até dezembro, uma queda de 13,8% em relação a 2016, quando foram entregues 708.000 m², o menor número nos últimos cinco anos.

Mercado de condomínios logísticos fecha ano com queda nos preços em SP

O mercado de condomínios logísticos de alto padrão do Estado de São Paulo fechou o ano de 2016 com ligeira queda nos preços em relação aos valores praticados no terceiro trimestre, R$ 19,3 m² / mês ante R$ 19,9 m² / mês. As devoluções de áreas também mereceram destaque no período, já que apresentaram queda de cerca de 76% em relação ao terceiro trimestre, fechando em 68 mil m². Os dados são da Colliers International Brasil.

  • Publicado em Imóveis

Mercado de condomínios logísticos apresenta índice positivo

Mesmo com a desaceleração da economia e com a queda do consumo, o mercado de condomínios logísticos de alto padrão nacional segue com movimentação positiva em pelo menos uma das medições. O mercado fechou o terceiro trimestre do ano com 505 mil m² de absorções brutas, número 17% superior ao trimestre anterior. O estudo é da Colliers International Brasil. “O mercado de logística está diretamente ligado ao consumo. Os resultados devem melhorar à medida que o desemprego pare de crescer”, analisa Ricardo Betancourt, presidente da Colliers.

  • Publicado em Imóveis
Assinar este feed RSS