Decisão entre compra e aluguel de imóvel exige cuidado

Entra ano, sai ano, a dúvida para muitos continua: comprar ou alugar? Mesmo com a queda real de 3% nos preços dos imóveis, conforme divulgado na pesquisa Raio-X FipeZAP, o consumidor se sente inseguro. Afinal, o investimento é alto, mesmo quando se trata de alugar, e a crise econômica brasileira já dura três anos.

Preço do aluguel residencial tem primeira alta depois de 20 meses

Após quase dois anos de variações mensais negativas, Índice FipeZap de Locação registra aumento em janeiro. Os preços de locação residenciais no Brasil registraram aumento nominal de 0,17% em janeiro de 2017. Esse foi o primeiro aumento nominal depois de vinte meses. Apesar disso, quando comparado com o nível de janeiro de 2016, o Índice FipeZap de Locação acumula variação de -2,90%.

  • Publicado em Imóveis

Inquilino poderá pagar 6,65% a mais no valor do aluguel em fevereiro

Os contratos de locação residencial poderão sofrer reajuste de 6,65% em fevereiro. Esse percentual compreende o período entre fevereiro de 2016 e janeiro de 2017 (12 meses) e deve ser aplicado aos contratos de locação residencial com aniversário em fevereiro e cláusula de reajuste pelo IGP-M/FGV (Índice Geral de Preços - Mercado, da Fundação Getúlio Vargas).

  • Publicado em Imóveis

Preço médio do aluguel residencial cai 0,11% em novembro

Os preços de locação residenciais no Brasil registraram queda nominal de 0,11% na passagem de outubro para novembro de 2016. Essa foi a 18ª variação mensal negativa nos últimos 19 meses. Com isso, o Índice FipeZap de Locação acumula variação de -3,21% em 2016 e de - 3,24% nos últimos 12 meses. Em novembro de 2016, o preço médio do m2 de locação nas cidades pesquisadas foi de R$ 30,00.

  • Publicado em Imóveis
Assinar este feed RSS