Veja 5 empresas para investir que podem surpreender no mês de Julho

  •  
Veja 5 empresas para investir que podem surpreender no mês de Julho Foto: Divulgação Veja 5 empresas para investir que podem surpreender no mês de Julho

O primeiro semestre de 2019 passou e os investidores que acreditaram na bolsa não podem reclamar.

Apesar da reforma da previdência não ter sido aprovada ainda e a economia brasileira andar em passos lentos, o Ibovespa atingiu até o momento em 2019 uma rentabilidade próxima a 15% e a carteira mensal da Toro Investimentos proporciona 21,5%.

Nada mal para 6 meses de muita volatilidade e incertezas!

Essa alta da Bolsa até o momento é fruto da expectativa otimista do mercado com a aprovação da reforma da previdência. Acreditamos que não estamos no limite da alta, principalmente se olharmos para o posicionamento do investidor estrangeiro.

Esperamos para o mês de Julho a continuidade do movimento altista, mas com uma força compradora mais comedida, por isso escolhemos 5 empresas em clara tendência de alta de setores diferentes, privilegiando assim a diversificação. 

Aproveito para reforçar a ideia que investimento em ações precisa ter objetivo de retornos financeiros de longo prazo, mesmo que a carteira tenha uma dinâmica de troca de ações de curto prazo, como é o caso da nossa carteira mensal.

Abaixo estão os cinco ativos escolhidos pelos analistas da Toro Investimentos, com o preço de entrada recomendado, o objetivo e o stop, além do potencial de ganho e risco máximo da carteira.

btgpactual botao

 

BTG PACTUAL
As ações do BTG Pactual (BPAC11) seguem sendo negociadas em tendência de alta, claramente observada pela formação de topos e fundos ascendentes. Após ensaiar um movimento de correção até a média de 21 períodos, que impediu a continuidade do movimento baixista. Nesse patamar de preços, o ativo retomou o movimento altista, pois a demanda se sobrepôs a oferta, fazendo com que as ações ganhassem força para romper a última resistência que estava na região de R$50,73.

 

 

brf botao

 

BRF
As ações da BRFS3 se encontravam em um viés de baixa, movimento iniciado após perder a região de R$29,45. Esse cenário é normal, uma vez que anteriormente o ativo apresentou uma longa tendência de alta. Contudo, o ativo fez fundo acima de fundo e no rompimento da faixa de preço dos R$29,25 caracterizou-se um pivô de alta, levando a crer que retomará ao viés altista.

 

 

lojasamericanas botao

 

LOJAS AMERICANAS
Depois de acelerar o movimento baixista as ações da Lojas Americanas (LAME4) iniciaram um cenário de reversão de tendência quando confirmou o pivô de alta no final do mês de maio. O ativo demonstra uma tendência de alta que acaba sendo confirmado pela formação de topos e fundos ascendentes. O rompimento do patamar de R$16,70 apresenta indícios de que essa movimentação deve continuar.

 

 

locamerica botao

 

LOCAMERICA
As ações da Unidas (LCAM3) vêm em uma tendência de alta bem caracterizada pela formação de topos e fundos ascendentes. Além disso, percebe-se que ela negocia acima das médias, reiterando a tendência principal. Recentemente a região dos R$48,50 foi rompida, sinalizando que os compradores estão mais fortes que os vendedores e que a continuidade do movimento altista é bastante provável.

 

 

petrobras botao

 

PETROBRAS
Depois do desgaste com uma possível mudança na política de preço da Petrobras (PETR4) as ações da petrolífera conseguiram retomar o movimento altista chegando a deixar topos e fundo em patamares cada vez mais altos. No entanto acreditamos que o movimento altista ainda tem espaço para continuar e o rompimento do R$28,40 confirma essa expectativa.

 

 

Investindo nos ativos acima, considerando o potencial de risco, esperamos alcançar a seguinte rentabilidade:

Potencial de ganho total: 10,86%

Risco Máximo Total: 9,86%

(Redação - Investimentos e Notícias)