Queda da Selic deve impulsionar aplicação em renda variável

Com a redução da taxa básica de juros para 6,75% ao ano, o coordenador do MBA em Gestão Financeira da Fundação Getulio Vargas (FGV), Ricardo Teixeira, sugere investimentos em renda variável. Segundo ele, investidores mais propensos ao risco devem aplicar no mercado de ações.

 

Assinar este feed RSS