Confiança da Indústria recua em julho

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) da Fundação Getulio Vargas caiu 0,9 ponto em julho de 2019, para 94,8 pontos, o menor nível desde outubro de 2018. Em médias móveis trimestrais, o índice recuou pelo quarto mês consecutivo, desta vez em 1,0 ponto.

Produção industrial varia -0,6% em junho

Em junho de 2019, a produção industrial nacional caiu 0,6% frente a maio (série com ajuste sazonal), segundo resultado negativo consecutivo, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A perda acumulada nesse período foi de 0,7%. No confronto com junho de 2018 (série sem ajuste sazonal), a indústria recuou 5,9%, após registrar expansão de 7,4% em maio, quando interrompeu dois meses consecutivos de queda: março (-6,2%) e abril (-3,9%).

Confiança da indústria caiu 0,9 ponto em julho

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) da Fundação Getulio Vargas caiu 0,9 ponto em julho de 2019, para 94,8 pontos, o menor nível desde outubro de 2018. Em médias móveis trimestrais, o índice recuou pelo quarto mês consecutivo, desta vez em 1,0 ponto.

Índice de confiança do empresário cresce em julho

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) cresceu 0,5 ponto na comparação a junho e alcançou 57,4 pontos em julho. Foi o segundo aumento consecutivo do indicador, que está 2,9 pontos acima da média histórica de 54,5 pontos. Os dados são da pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quinta-feira (18). Os indicadores do levantamento variam de zero a 100 pontos. Quando estão acima dos 50 pontos mostram que os empresários estão confiantes.

 

Confiança da Indústria deve recuar em junho

A prévia da Sondagem da Indústria de junho de 2019 sinaliza recuo de 1,4 ponto do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de maio, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Custos da indústria caem 1% no primeiro trimestre, diz CNI

O indicador de custos industriais diminuiu 1% no primeiro trimestre deste ano em relação ao quarto trimestre de 2019, na série livre de influências sazonais. Foi a maior queda do indicador desde o segundo trimestre de 2016, informa o estudo divulgado hoje (13) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A queda no custo industrial foi puxada pela retração de 2,7% nos custos com bens intermediários nacionais e importados, usados na fabricação de outros produtos.

Assinar este feed RSS