Clientes de private banking ampliam alocações em fundos de investimento

Os clientes de private banking das instituições têm optado pelos fundos como principal opção para suas aplicações financeiras. Em 2017, até o fim do terceiro trimestre, 46,3% dos recursos desses investidores foi para esses produtos, com avanço de 19,8% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com as estatísticas da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), o aumento foi expressivo nas participações das categorias de ações (37,5%) e multimercados (26%), o que reflete a procura por ativos de maior risco frente à queda dos juros.

Cresce participação das pessoas físicas na captação dos multimercados

As pessoas físicas estão puxando a captação líquida dos fundos multimercados neste ano. Do total de R$ 80,3 bilhões levantados pela categoria entre janeiro e setembro, os clientes do varejo (tradicional e alta renda) foram responsáveis por R$ 10,5 bilhões, o dobro do mesmo período do ano passado, e os de private banking por R$ 44,4 bilhões, valor mais que sete vezes maior do que em 2016. Os dados foram divulgados no boletim da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Patrimônio líquido da indústria de fundos ultrapassa R$ 4 trilhões

O patrimônio líquido da indústria de fundos alcançou nesta segunda-feira (18) o valor recorde de R$ 4 trilhões, segundo acompanhamento diário feito pela ANBIMA (Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). A marca histórica é resultado da captação líquida de R$ 218,7 bilhões entre janeiro e setembro deste ano, montante 118% superior ao registrado no mesmo período de 2016.

Fundos multimercados ganham espaço entre os investidores do varejo

Os investidores do segmento de varejo (clientes do varejo e do varejo alta renda) optaram por tomar mais risco na hora de aplicarem em fundos de investimentos em julho. Ainda que a maioria das aplicações deste segmento continue concentrada em fundos de renda fixa (R$ 46 bilhões), os multimercados – aqueles que têm em suas carteiras ativos diversificados como renda fixa, ações, câmbio – vêm ganhando espaço. Até o mês de julho, esses produtos registraram captação líquida de R$ 5,8 bilhões, o que representou 11,3% do total de R$ 51,1 bilhões aplicado pelos clientes deste segmento.

Fundo Simples do BB atinge R$ 1 bilhão em saldo

Depois de pouco mais de três meses do lançamento, o fundo BB Renda Fixa Simples atingiu a marca de R$ 1 bilhão em recursos captados. O produto, considerado de baixo risco, possui atualmente 60 mil cotistas no BB e serve como porta de entrada para novos investidores.

 

Assinar este feed RSS