Saber o que é IPCA pode ajudar a controlar o orçamento

  •  
Destaque Saber o que é IPCA pode ajudar a controlar o orçamento Foto: divulgação Saber o que é IPCA pode ajudar a controlar o orçamento

Na última semana, foi divulgado que o valor do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, (IPCA), no mês janeiro de 2019 foi de 0,32%. Esse valor é superior ao registrado em dezembro, data em que o IPCA ficou em 0,15%.

No entanto, apesar de ser considerado um dos principais indicadores da economia, muitas pessoas ainda não sabem o que é IPCA e nem como este índice influencia a vida de cada uma delas.

O IPCA, ou Índice de Preços ao Consumidor Amplo, é o índice oficial da inflação brasileira. Dessa forma, todo mês ele mede o custo de vida das famílias brasileiras que possuem renda mensal entre 1 e 40 salários mínimos, de acordo com cálculo realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O IPCA é fundamental para as pessoas entenderem o reajuste de preços dos produtos e serviços oferecidos no mercado. Assim, especialistas utilizam esse índice para analisar a economia do Brasil, definindo o movimento inflacionário presente atualmente no país.

Com base nisso, o IPCA é fundamental para consumidores e também para as pessoas que desejam investir seu dinheiro.

Para os consumidores, saber qual é o cenário atual da inflação no Brasil é importante para decidir entre comprar um determinado produto agora, ou esperar o preço dessa mercadoria sofrer uma queda do mercado. Portanto, o IPCA é uma forma de calcular o custo de vida do brasileiro.

Para investidores, alguns investimentos, especialmente os títulos de renda fixa, podem ter a sua rentabilidade baseada no IPCA. Um bom exemplo disso é o Tesouro IPCA, este título oferece rendimentos que dependem do desempenho da inflação, representado pelo IPCA, mais uma taxa prefixada.

Os títulos vinculados ao IPCA, normalmente, são procurados por quem deseja investir a longo prazo, em alternativas que vão render acima da inflação. Os principais títulos de renda fixa ligados ao IPCA são:

NTN-B Principal - Tesouro IPCA: título híbrido que faz parte do programa do Tesouro Direto. Sua rentabilidade está vinculada à variação do IPCA e a uma taxa de juros prefixada, que fica definida no momento em que o investidor compra o título.

NTN-B - Tesouro IPCA com juros semestrais: com funcionamento parecido ao título citado acima, esse tipo de investimento possui uma diferença muito importante: o pagamento dos juros acontece a cada 6 meses.

LCI - Letra de Crédito Imobiliário: título de renda fixa ligado ao mercado imobiliário, de uma forma que instituições financeiras usam esse título para arrecadar recursos para este setor. Existem títulos de LCI que funcionam de um jeito semelhante ao Tesouro IPCA: possuem rentabilidade ligada à variação do IPCA e por um valor prefixado.

LCA - Letra de Crédito do Agronegócio: este título funciona como uma forma de arrecadação de recursos para o agronegócio. A LCA também pode ter uma modalidade híbrida, que está atrelada ao IPCA e a juros prefixados na hora da compra deste título.

Como é calculado o IPCA

Para calcular o IPCA, o IBGE coleta informações sobre despesas que fazem parte da rotina da maioria dos brasileiros, essas despesas estão relacionadas aos seguintes setores:

- Despesas pessoais: atividades de lazer, fotografia, fumo e outras despesas pessoais.

- Alimentação e bebidas: panificados, leites, bebidas, carnes, frutas, cereais, açúcares, etc.

- Saúde: serviços médicos, dentários, óticos, laboratoriais, farmacêuticos e afins.

- Artigos para casa: móveis, eletrodomésticos, cama, mesa, banho, consertos, etc.

- Habitação: aluguéis, taxas, manutenção, energia elétrica, reparos, entre outros.

- Vestuário: roupas femininas, masculinas, infantis, calçados, tecidos e acessórios.

- Educação: cursos, escolas, faculdades, livros e materiais de papelaria.

- Transporte: combustível, transporte público e transporte particular.

Para coletar esses dados e definir o IPCA, o IBGE realiza pesquisas mensais nas principais regiões metropolitanas do país. Essas pesquisas acontecem do primeiro ao último dia de cada mês, variando em cada região.