Charles Koch - biografia de um dos homens mais rico do mundo

  •  
Charles Koch - biografia Foto: Divulgação Charles Koch - biografia

Um dos bilionários mais importantes da cadeia privada é o dono das empresas Koch, a segunda maior companhia privada de capital fechado dos Estados Unidos.

Charles de Ganahl Koch, de 82 anos, é o atual presidente e diretor executivo da Koch Industries, uma das maiores empresas privadas dos Estados Unidos.

Sua fortuna está estimada em 60 bilhões de dólares e o empresário é conhecido por seu ativismo em causas conservadoras e libertárias.

Ativo também em questões sociais e filantrópicas, Koch figura entre os homens mais ricos do mundo, sendo considerado a 8ª pessoa mais bem sucedida, segundo a revista Forbes.

Charles nasceu em Wichita, no estado de Kansas, Estados Unidos, onde vive até os dias de hoje. Casado desde 1972 com Liz Koch, o empresário é pai de dois filhos: Chase Koch e Elizabeth Koch.

Com uma postura mais reservada, o CEO raramente concede entrevistas à mídia. No entanto, seus negócios chamam a atenção, já que a Koch Industries é uma holding que atua nos setores de asfalto, commodity, energia, fertilizante, fibras, finanças, gás, mineral, papel, petróleo, plástico e substâncias.

Além disso, o conglomerado também desfruta do cargo de segunda maior empresa de capital fechado do país, sendo considerado um verdadeiro mistério para muitos, visto que seus donos possuem uma grande fortuna, mesmo antes da disposição de suas ações nas Bolsas de Valores.

Entretanto, há que se saber que o império do empresário vem de berço. A família Koch obteve seus primeiros bilhões a partir de seu pai, Fred C. Koch, embora ele também já tivesse crescido sob algumas fontes de ouro.


charleskoch internaNome de registro: Charles de Ganahl Koch
Conhecido como: Charles Koch
Patrimônio líquido estimado: US$ 60 bilhões
Empresa: Koch Industries
Nascimento: 01/11/1935
Nacionalidade: Americana
Reside em: Wichita, Condado de Sedgwick, Kansas,Estados Unidos
Estado Civil: Casado
Filhos: 2
Formação: Instituto de Tecnologia de Massachusetts (1960)


Curiosidades:

· O dono da Koch possui 42% da companhia, assim como seu irmão, David. Os dois compraram as ações de seus outros dois irmãos em 1983.

· Hoje, os dois membros mais importantes da família desfrutam, juntos, de uma fortuna estimada em mais de 100 bilhões de dólares.

· Koch financiou vários thinktanks, incluindo o libertário Cato Institute, a Heritage Foundation e o American Enterprise Institute.

· Seu pai, Fred Koch, iniciou o negócio em 1940 e aprimorou um método de refino de óleo pesado em gasolina.

· Considerado um magnata do petróleo, Charles Koch é conhecido por suas ligações a políticos conservadores.

· O bilionário não é muito bem visto pelos democratas e também por Donald Trump, embora Trump seja republicano.

· Seu pai teve ligações com Josef Staline Adolf Hitler, historicamente governadores de regimes ditatoriais. Formado em engenharia química pelo prestigioso Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Fred desenvolveu um processo inovador para transformar óleo cru em gasolina. Com isso, os custos foram reduzidos, permitindo que pequenas empresas passassem a competir com as grandes companhias da época. Com essa ameaça, as maiores empresas norte-americanas deram um jeito de inviabilizar os negócios de Fred, e vendo tudo isso acontecer, ele decidiu buscar refúgio na Europa, nos braços de Stalin e Hitler.

· Em 1940, Fred Koch retornou aos Estados Unidos com vitórias nas mãos sobre algumas batalhas judiciais deixadas em seu reduto. Foi então, que ele fundou aquela que hoje seria uma das maiores companhias privadas da América.

· O faturamento do conglomerado é estimado em mais de 100 bilhões de dólares.

· A empresa é a segunda maior companhia de capital fechado dos Estados Unidos e é dona de marcas mundialmente conhecidas como a Lycra.

Envolvimento político

A família Koch sempre foi envolvida com a política americana. Desde o Koch pai até os filhos, nos dias de hoje.

A defesa dos bilionários não é exatamente alinhada aos republicanos, mas sim sobre algumas ideias aplicadas por eles. No entanto, muito há o que se dizer sobre isso, pois a agenda dos Koch é bem mais complexa do que um simplesapoio aos governos mais conservadores.

Os empresários se aproximam mais dos republicanos apenas nas questões econômicas, “sendo profundamente conservadores na economia – talvez mais linha-dura do que os próprios republicanos”, afirmou o biógrafo Daniel Schulman, autor do livro Sons of Wichita, sobre a vida dos quatro irmãos Koch.

Além disso, as disputas para cargos públicos entre o irmão David e seus concorrentes sempre renderam muitas notícias, mas nenhuma vitória específica.

Apesar de fortes investimentos em partidos e candidatos, são muitas as críticas sobre a família bilionária. Isso porque, alguns especialistas afirmam que os Koch tentam influenciar o modo como as pessoas votam, além de também quererem dominar os Estados Unidos.

As últimas tratativas aconteceram em 2016, com a disputa à Presidência americana. Os irmãos Koch até que tentaram, mas com pouca expressão nas urnas, se viram novamente sem chances de chegarem à Casa Branca. Com a vinda de Donald Trump, os negócios se tornaram ainda mais difíceis, pois Trump (também bilionário) apostou na imagem de outsider e sem depender de doadores externos, investiu em sua candidatura até chegar ao poder.

A discussão política ficou acirrada entre os empresários e Charles Koch chegou a comparar a escolha entre a então candidata Hillary Clinton e o presidente eleito Trump como a de eleger entre “um câncer e um ataque cardíaco”.

Tempos depois da vitória de Trump nas eleições dos EUA, David Koch, foi expulso de um campo de golfe de propriedade de Trump.

No entanto, no ano passado, eles decidiram desistir de uma disputa com o presidente americano e dois dos irmãos de Charles se encontraram comTrump e chegaram a um acordo.

Charles também publicou um artigo no jornal Washington Post garantindo a paz e a reaproximação com o novo governo.

Outro ponto polêmico da vida dos afortunados é o efeito causado pelo petróleo. Mesmo com interesses ainda fortemente ligados ao produto, os Koch oficialmente reconhecem a ação da emissão de gases no efeito estufa, mas afirmam que o caminho para conter tal poluição não é a regulação, mas sim o investimento em inovação.

Aproveite pra conhecer outras personalidades da lista de homens mais ricos do mundo:
· Jeff Bezos
· Bill Gates
· Warren Buffet
· Mark Zuckerberg
· Amancio Ortega
· Carlos Slim Helú
· Bernard Arnault

(Redação - Investimentos e Notícias)