Vendas no varejo da China sobem 9,4% em dezembro

As vendas no varejo da China avançaram 9,4% em dezembro de 2017, na comparação com o mesmo mês de 2016, segundo informações divulgadas hoje pelo escritório nacional de estatísticas do país, National Bureau of Statistics (NBS). O resultado veio abaixo do esperado pelo mercado (10,1%).

(MR – Investimentos e Notícias)

Vendas no varejo da zona do euro sobem 1,5% em novembro

O volume das vendas varejistas nos 17 países que compõem a zona do euro registrou alta de 1,5% em novembro deste ano, na comparação com o mês anterior, segundo informações divulgadas hoje pelo Escritório de Estatística da União Europeia, Eurostat.

Varejo de SP tem o melhor dezembro em sete anos

As vendas do varejo paulistano cresceram em média 4,5% no último mês de 2017 frente ao mesmo período de 2016. Foi o melhor dezembro desde 2010. A constatação é do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Varejo brasileiro deve perder mais de R$ 11 bilhões em 2018

Estimativas da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) apontam que o comércio varejista brasileiro deve perder R$ 11,3 bilhões em 2018 em decorrência dos feriados nacionais e pontes. Esse montante é 15% superior ao dado projetado em 2017. Esse aumento é motivado exclusivamente pela projeção de crescimento nas vendas do comércio para o próximo ano, uma vez que o número de feriados e pontes em 2018 será o mesmo que em 2017.

Vendas no varejo brasileiro registraram alta de 4,5% no Natal

No período entre 18 e 24 de dezembro, as vendas totais no varejo brasileiro registraram alta de 4,5% quando comparado com o mesmo período do ano passado. Este é um dos resultados do Indicador de Varejo da Mastercard – Spending Pulse - que informa sobre os gastos no varejo e o desempenho do consumo. Os setores que mais comemoram a alta nas vendas são supermercados com 2,9% e vestuário com 3%.

  • Publicado em Economia

Varejo paulista abre 7 mil postos de trabalho em outubro

Em outubro, o comércio varejista no Estado de São Paulo criou 7.121 postos de trabalho, o segundo melhor desempenho em 2017, resultado de 77.839 admissões e 70.718 desligamentos. Foi o quarto mês consecutivo de geração de empregos formais. Com isso, o varejo paulista encerrou o mês com um estoque ativo de 2.073.078 trabalhadores formais. No acumulado do ano, o saldo ainda é negativo em quase 9.805 empregos formais, impactado pelo setor de lojas de vestuário, tecidos e calçados, com 13.190 vagas a menos. Após 29 meses consecutivos, o saldo acumulado dos últimos 12 meses voltou a ficar positivo, o que não ocorria desde abril de 2015. Entre novembro de 2016 e outubro de 2017, foram criados 834 empregos com carteira assinada.

Varejo registra crescimento de 2,3% em novembro

A receita de vendas do comércio varejista brasileiro registrou alta de 2,3% em novembro de 2017 em comparação com o mesmo período do ano passado, após descontada a inflação aplicada aos setores do varejo ampliado, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) divulgado nesta sexta-feira (15).

Assinar este feed RSS