Importância do recibo do Imposto de Renda

  •  
Recuperar o Recibo do Imposto de Renda Fonte: Reprodução Recuperar o Recibo do Imposto de Renda

O prazo para envio da declaração do Imposto de Renda está correndo. Mais de 6 milhões de contribuintes já enviaram suas informações para a Receita Federal e a expectativa é que, até o dia 30 de abril, o governo receba 30,5 milhões de declarações.

O momento é de planejamento e atenção para levantar todos os documentos e comprovantes que são utilizados para informar os rendimentos e as despesas que cada pessoa teve ao longo de 2018.

Porém, mesmo que a principal fonte de atenção dos contribuinte seja o processo de enviar as informações corretas, ainda é necessário ter muito cuidado para um outro procedimento muito importante: o armazenamento do recibo do Imposto de Renda.

O documento que é disponibilizado para o contribuinte no momento em que ele envia a declaração para a Receita Federal possui 3 objetivos bem claros:

  1. Comprovar que o contribuinte entregou a declaração do Imposto de Renda dentro do prazo estipulado pelo governo.
  2. Possibilitar que seja realizada a retificação da declaração. Isso quer dizer, que, caso o contribuinte veja que cometeu algum erro, ele utiliza os dados presentes no recibo para repará-lo. É importante lembrar que esse procedimento só é permitido dentro do prazo.
  3. Permitir que o contribuinte acompanhe o processamento eletrônico da sua declaração diretamente no site da Receita Federal.

Com base nesses motivos, a Receita Federal indica que os cidadãos guardem muito bem este documento. O recibo do Imposto de Renda deve ser arquivado em um local que o contribuinte consiga acessar, mas que seja protegido, afinal nele estão presentes diversos dados importantes.

Recuperar o Recibo do Imposto de Renda

Aqueles contribuintes que perderam o documento, podem recuperar o recibo IRPF seguindo alguns caminhos:

Utilizando o portal e-CAC: a página controlada pela Receita Federal permite que o cidadão acesse documentos, informações e recibos de suas declarações. Para utilizar este portal, é preciso contar com um certificado digital ou com o código de acesso para a opção "DIRPF declaração do Imposto de Renda Pessoa Física". Neste menu, é possível solicitar a reimpressão do recibo.

Utilizando o programa da Receita Federal no computador: se o contribuinte enviou as informações pelo computador, é possível recuperar o recibo desde que a declaração anterior esteja devidamente arquivada em uma pasta específica dentro do dispositivo. Para ter sucesso na recuperação, o usuário do programa deve procurar o menu "Declaração" em seguida, "Imprimir" e depois, "Recibo".

Utilizando o aplicativo "Meu Imposto de Renda": o mesmo processo utilizado no computador pode ser usado em dispositivos móveis. Como a declaração pode ser preenchida e enviada por smartphones e tablets, o contribuinte pode recuperar o documento presente no diretório ou na pasta de downloads do seu equipamento.

A única condição para que a recuperação funcione é que o usuário do aplicativo tenha instalado o app no dispositivo e tenha a cópia da declaração enviada e o recibo baixados.

Solicitando em uma unidade da Receita Federal: se o contribuinte não conseguir recuperar o recibo do Imposto de Renda pelos meios digitais, outra opção é fazer uma solicitação junto à agência da Receita Federal da sua cidade. Para isso, é importante agendar um horário no portal e-CAC e comparecer no dia marcado, apresentando os documentos de identificação que comprovem a titularidade da declaração.

Prazo para envio da declaração do Imposto de Renda

Desde o dia 07 de março, os contribuintes já podem enviar suas declarações do Imposto de Renda para a Receita Federal. Em 2019, este prazo está um pouco mais curto do que os outros anos, isso acontece porque o carnaval ocorreu na primeira semana de março e a Receita Federal escolheu manter o recebimento para depois desse acontecimento.

Contribuintes de todo Brasil têm até o último minuto do dia 30 de abril para enviarem as informações sem que seja aplicado multas e complicações diretas para o seu CPF. Vale lembrar que este prazo segue como padrão o horário oficial de Brasília.