Dicas para organizar os estudos e aprender outro idioma em casa

  •  
Dicas para organizar os estudos e aprender outro idioma em casa Foto: Shutterstock Dicas para organizar os estudos e aprender outro idioma em casa

Com um dia a dia cada vez mais atribulado e corrido, muitas pessoas acabam deixando de lado a vontade de aprender um novo idioma por acreditarem que não terão tempo disponível, ou que frequentar aulas presenciais pode interferir muito na rotina. Porém, saiba que aprender uma língua em casa não só é plenamente possível como também tem sido a opção de cada vez mais estudantes de todas as idades.

Mas como aproveitar o tempo livre para realmente engatar os estudos de forma séria e produtiva? Existem diversas formas de fazer isso, e abaixo contamos algumas dicas que podem auxiliar o aluno a inserir esse novo aprendizado nas suas tarefas diárias! 

Organização e planejamento são essenciais

Quanto tempo do seu dia você pretende ou pode destinar ao estudo do novo idioma? Esse é o ponto de partida para organizar o aprendizado em casa. Sejam 15 minutos, 30 minutos ou 1 hora por dia, é muito importante manter a frequência diária, pois é ela que permitirá o avanço consistente no entendimento dos conteúdos.

A internet é o lugar ideal para quem prefere aprender em casa ou tem uma rotina mais movimentada e pouco tempo. Se a sua meta é fazer um curso de inglês online, por exemplo, aplicativos como a Babbel, permite o aprendizado de qualquer idioma totalmente adaptado ao seu dia a dia. Com lições curtas, de aproximadamente 15 minutos de duração, é possível aprender sueco, espanhol entre outras línguas. Esse tipo de ferramenta oferece um método de ensino que permite o estudo diário e constante inclusive aos finais de semana. Você escolhe.

Organize as tarefas em forma de tabela, seja no papel, seja no celular, seja em um documento online. O importante é respeitar a sequência das tarefas, habituando o cérebro e otimizando o aprendizado. Vale até listinha de papel na porta da geladeira! Quer um exemplo? Descreva da seguinte forma: segunda-feira - treino de pronúncia; terça-feira - leitura; quarta-feira - tradução; quinta-feira - treino de escrita; e assim em diante. Pode ter certeza que isso vai ajudar muito.

Uma última e indispensável dica: estabeleça objetivos. Além da frequência diária de estudos, outra estratégia a ser adotada é colocar metas de aprendizado. Não se trata de metas inalcançáveis ou complicadas, e sim de propósitos simples mas eficazes, que vão manter a motivação. Que tal aprender 5 ou 10 novas palavras por dia, ou uma nova frase? Anote as metas, observe o cumprimento delas e então avalie seu progresso. Bons estudos!

(Redação - Investimentos e Notícias)