Taxas de juros têm comportamentos diferentes em junho

  •  
Taxas de juros têm comportamentos diferentes em junho Foto: Divulgação

A ANEFAC divulgou nesta terça-feira, 16, a pesquisa de juros realizada pelo diretor de estudos e pesquisas da ANEFAC, Miguel José Ribeiro de Oliveira.

Segundo a pesquisa, para Pessoa Física:

Das seis linhas de crédito pesquisadas, uma teve suas taxas de juros reduzidas no mês (CDC- bancos financiamento de veículos) e as demais tiveram suas taxas de juros elevadas no mês (juros do comércio, cartão de crédito, cheque especial, empréstimo pessoal bancos e empréstimo pessoal financeiras).

A taxa de juros média geral para pessoa física apresentou uma elevação de 0,04 ponto percentual no mês (0,98 ponto percentual no ano) correspondente a uma elevação de 0,60% no mês (0,84% em doze meses) passando a mesma de 6,67% ao mês (117,02% ao ano) em maio de 2019 para 6,71% ao mês (118,00% ao ano) em junho de 2019 sendo está a maior taxa de juros desde março de 2019.

Pessoa Jurídica

Todas as linhas de crédito pesquisadas tiveram suas taxas de juros reduzidas no mês.

A taxa de juros média geral para pessoa jurídica apresentou uma redução de 0,04 ponto percentual no mês (0,70 ponto percentual no ano) correspondente a uma redução de 1,17% no mês (1,40% em doze meses) passando a mesma de 3,43% ao mês (49,89% ao ano) em maio de 2019 para 3,39% ao mês (49,19% ao ano) em junho de 2019, sendo está a menor taxa de juros desde maio de 2014.

Taxa de juros x Selic

Considerando todas as elevações e reduções da taxa básica de juros (Selic) promovidas pelo Banco Central desde março de 2013, tivemos neste período (março de 2013 a junho de 2019) uma redução da Selic de 0,75 ponto percentual (redução de 10,34%) de 7,25% ao ano em março de 2013 para 6,50% ao ano em maio de 2019.

Neste período a taxa de juros média para pessoa física apresentou uma elevação de 30,03 pontos percentuais (elevação de 34,14%) de 87,97% ao ano em março de 2013 para 118,00% ao ano em junho de 2019.

Nas operações de crédito para pessoa jurídica houve uma elevação de 5,61 pontos percentuais (elevação de 12,87%) de 43,58% ao ano em março de 2013 para 49,19% ao ano em junho de 2019.

(Redação - Investimentos e Notícias)