Caixa reduz taxa de juros para médias e grandes empresas

  •  
Caixa reduz taxa de juros para médias e grandes empresas Foto: Divulgação Caixa reduz taxa de juros para médias e grandes empresas

A Caixa Econômica Federal reduziu em 38% a taxa de juros do capital de giro para médias e grandes empresas. Agora, a linha de crédito pode ser contratada com juros a partir de 0,85% a.m., para empresas de diferentes setores da economia.

Taxa anterior: 1,37% a.m
Taxa atual: 0,85% a.m.
Redução: 38%

Segundo o presidente da CAIXA, Nelson Antônio de Souza, o banco possui R$ 11 bilhões de orçamento para a linha de capital de giro, com taxa de juros extremamente favoráveis para esse segmento corporativo. “Estamos promovendo uma redução de juros de forma sustentável nas linhas, que beneficiam as médias e grandes empresas, que movimentam grande parte do PIB brasileiro, assim como fizemos com o crédito imobiliário”, destaca.

Ao reduzir os juros, a CAIXA tem objetivo de estimular a atividade econômica e, consequentemente, contribuir para geração de emprego e renda no país. As novas taxas já estão valendo para as contratações em todo o país.

Capital de Giro
As linhas de capital de giro não têm destinação específica e possibilitam o financiamento de investimento com pagamento flexível, adequadas às necessidades do cliente, com prazo de até 48 meses. Os recursos podem ser utilizados para alavancar o crescimento da empresa, para pagamento de salários e fornecedores ou para readequação do endividamento. A redução das taxas atinge diretamente cerca de 23 mil empresas brasileiras com faturamento superior a R$ 30 milhões por ano, responsáveis por percentual significativo do Produto Interno Bruto (PIB).

Política de redução de juros
Na semana passada, a CAIXA reduziu os juros do crédito imobiliário para financiamento pessoa física com recursos da poupança. Além disso, o banco aumentou a cota de financiamento do imóvel usado para 70% e retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos).

(Redação - Investimentos e Notícias)