Vendas no varejo recuam 2,2% em dezembro

  •  
Destaque Vendas no varejo recuam 2,2% em dezembro (Foto: Pexels) Vendas no varejo recuam 2,2% em dezembro

Em dezembro de 2018, o comércio varejista nacional caiu 2,2% frente a novembro, na série com ajuste sazonal, descontando grande parte do avanço de 3,1% registrado no mês anterior, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, a média móvel trimestral ficou estável (0,0%).

Na série sem ajuste sazonal, frente a dezembro de 2017, o volume de vendas do comércio varejista cresceu 0,6%. O acumulado no ano foi de 2,3%.

A queda de 2,2% no volume de vendas do comércio varejista, na passagem de novembro para dezembro de 2018, série com ajuste sazonal, foi acompanhada de resultados negativos em cinco das oito atividades pesquisadas. Os recuos que mais influenciaram o resultado de dezembro vieram de Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-13,1%), Móveis e eletrodomésticos (-5,1%) e Tecidos, vestuário e calçados (-3,7%). Esses setores mostraram altas acentuadas em novembro (8,3%, 4,2% e 1,7%, respectivamente), principalmente, devido às promoções da Black Friday.

Ainda nessa comparação, o setor de Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação teve queda nas vendas (-5,5%), quarta taxa negativa consecutiva, enquanto que Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo teve relativa estabilidade (-0,3%), após acumular alta de 2,0% nos dois meses anteriores.

Por outro lado, com avanço nas vendas frente a novembro, destacam-se Livros, jornais, revistas e papelaria (5,7%), Combustíveis e lubrificantes (1,4%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,4%).

De novembro para dezembro de 2018, na série com ajuste sazonal, a queda no volume de vendas do comércio varejista (-2,2%) foi acompanhado por 26 das 27 Unidades da Federação, com destaque para o Acre (-12,6%) que mostrou a variação negativa mais intensa. Apenas a Paraíba (0,4%) teve variação positiva no volume de vendas.

O comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, caiu 1,7% em relação a novembro e a média móvel trimestral variou -0,3%.

(Redação – Investimentos e Notícias)