Varejo ampliado tem melhora mais consistente, aponta MUFG

  •  
Varejo ampliado tem melhora mais consistente, aponta MUFG Foto: Divulgação

De acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira, 15, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em novembro de 2019, o volume de vendas do comércio varejista nacional avançou 0,6%, frente a outubro, na série livre de influências sazonais, sendo registrado como sétima taxa positiva consecutiva, período em que o varejo acumulou ganho de 3,3%.

O índice de média móvel trimestral também aumentou, ficando 0,5% no trimestre encerrado em novembro.

Enquanto isso, o volume de vendas do comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, registrou queda de 0,5% em relação a outubro de 2019. Essa queda interrompeu uma sequência de oito meses de crescimento contínuo, período em que o varejo ampliado acumulou ganho de 5,1%.

Para o MUFG (Mitsubishi UFJ Financial Group, Inc), holding do Banco MUFG Brasil, "as vendas no varejo no resultado ampliado têm mostrado um desempenho de melhora mais consistente do que outros segmentos, como a produção industrial. A combinação de crescimento de concessões de crédito para indivíduos, melhoria gradual do mercado de trabalho, descontos de preços relacionados à Black Friday e liberação de recursos do FGTS explicam esse desempenho positivo das vendas no varejo".

O MUFG afirma esperar por uma recuperação nas vendas de veículos em dezembro, como sugerido pelos dados da Fenabrave, assim como em outros segmentos, como supermercados, roupas e calçados, que devem ser influenciados pelas vendas de Natal.

Nesta quinta-feira, 16, será divulgado o índice de atividade econômica (IBC-BR). Considerando tais dados mais fracos do que o esperado em novembro, a projeção de crescimento nulo em dezembro tem um viés de baixa, podendo mostrar a contração de 0,2% em relação ao mês anterior.

(Redação - Investimentos e Notícias)