Vendas diárias de veículos usados caem 9,5% em março

A FENABRAVE – Federação Nacional de Veículos Automotores acaba de consolidar as vendas totais de veículos usados no Brasil, considerando a base de dados do DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito, para todos os segmentos automotivos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos). Conforme o levantamento da entidade, houve crescimento de 4,14% nas transações totais de veículos usados, em março de 2021, na comparação com o mês de fevereiro.

Emplacamentos de veículos mostram recuperação em março

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE) divulgou, nesta terça-feira, 6 de abril, que os emplacamentos de veículos, considerando todos os segmentos automotivos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros), fecharam o mês de março/2021 com alta de 8,26% sobre março/2020, chegando a 269.944 unidades vendidas, contra 249.357 unidades, emplacadas em março do ano passado. Sobre fevereiro (242.066 unidades), o desempenho de março/2021 foi ainda melhor, com alta de 11,52% nos emplacamentos.

Emplacamentos de veículos registram alta em novembro

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE) divulgou, nesta quarta-feira, 2 de dezembro, que os emplacamentos, de todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros), em novembro, apontaram alta de 0,45% sobre o mês de outubro. Este é o sétimo mês consecutivo de alta nas vendas este ano.

  • Publicado em Economia

Produção de veículos aumenta 7,4% em outubro

A produção de veículos cresceu 7,4% em outubro ao atingir 236.468 unidades ante as 220.162 produzidas em setembro. Na comparação com outubro do ano passado houve queda de 18% e no acumulado do ano o recuo foi de 38,5%. Os dados foram divulgados hoje pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

  • Publicado em Economia

Emplacamentos de veículos mantêm ritmo de recuperação

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE) divulgou, nesta quarta-feira, 4 de novembro, que os emplacamentos em outubro tiveram alta de 1,42% sobre o mês de setembro. É o sexto mês seguido de alta nas vendas e o melhor resultado do ano, até o momento.

  • Publicado em Economia

Transações de veículos usados crescem 10,44% em agosto

Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE), as transações de veículos usados, considerando todos os segmentos automotivos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), apresentaram crescimento de 10,44% em agosto, na comparação com o mês anterior, totalizando 1.258.743 unidades, contra 1.139.802, em julho. Na comparação com agosto de 2019, quando foram transacionados 1.304.539 veículos, houve retração de 3,51%.

Emplacamentos de veículos crescem 7,35% em agosto

De acordo com dados divulgados pela FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, nesta quarta-feira, 2 de setembro, as vendas de veículos, considerando todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros) registraram crescimento de 7,35%, em agosto, na comparação com julho deste ano. No período, foram emplacadas 299.627 unidades, contra 279.105 no mês anterior. Se comparado com agosto de 2019 (347.061 unidades), a retração foi de 13,67%, a menor queda desde o início da pandemia do Coronavírus.

  • Publicado em Economia

Emplacamentos de veículos registram alta de 43,61% em julho

De acordo com dados divulgados pela FENABRAVE - Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, nesta terça-feira, 4 de agosto, as vendas de veículos, considerando todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros) registraram crescimento de 43,61% em julho, na comparação com junho deste ano. 

Assinar este feed RSS