Rebaixamento do Brasil não prejudica investimento estrangeiro

Depois de uma breve euforia pela inflação anual de 2017 abaixo do centro na meta, ou seja 2,95%, e justificando a retomada da economia, em nada foi surpresa para o mercado, já que o comprometimento do BACEN é inflação entre 2,5% e 6,5% ao ano, observa o professor, explicando: 'O que houve, na realidade, foi uma pressão por falta de consumo significativa que fez com que os preços fossem pressionados para baixo, somente não valendo para os administrados, que continuam em alta ascendente'.

  • Publicado em Economia

Rebaixamento do Brasil prejudica imagem do País, diz ACSP

O Presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação da Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, afirma que a decisão da Standard & Poor's de rebaixar a nota do país, embora esperada, afeta negativamente a imagem do Brasil no exterior e resultará em aumento do custo dos financiamentos externos para as empresas brasileiras e investimentos.

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS