76% das empresas industriais investiram em 2017

O ano de 2017 marcou o início de uma retomada do investimento na indústria, após três anos de queda, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A superação da crise também alcançou a disposição de investir das empresas. Três em cada quatro grandes empresas industriais (76%) investiram em 2017, o maior percentual dos últimos três anos. A proporção também supera a projeção inicial de investimento: ao fim de 2016, 67% das empresas pretendiam investir no ano seguinte.

Prévia da Confiança da Indústria sinaliza queda em maio

A prévia da Sondagem da Indústria de maio de 2018 sinaliza queda de 0,3 ponto do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de abril, para 100,7 pontos, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). A segunda queda consecutiva não reverteria a tendência de alta iniciada no segundo semestre do ano passado - sob a métrica de médias móveis trimestrais, o ICI avançaria 0,1 ponto, para 101,1 pontos.

Indústria paulista gera 9,5 mil postos de trabalho em abril

A indústria paulista encerrou abril com geração de 9,5 mil novos postos de trabalho, uma alta moderada de 0,44% em relação a março na série sem ajuste sazonal. No acumulado do ano, o resultado também sofreu variação positiva, com 32 mil novas vagas (+1,50%). Com ajuste sazonal, o índice apresentou recuo de -0,18% no mês. Os dados de Nível de Emprego do Estado de São Paulo foram divulgados nesta quarta-feira (16/05) pela Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo.

Produção industrial apresenta variação de -0,1% em março

Em março de 2018, a produção industrial nacional mostrou variação negativa de 0,1% frente ao mês imediatamente anterior, na série com ajuste sazonal, após variar 0,1% em fevereiro, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na série sem ajuste sazonal, em relação a março de 2017, a indústria cresceu 1,3% em março, 11ª taxa positiva consecutiva e a menor desde junho de 2017 (0,8%).

Emprego na indústria cai 0,2%

Após cinco meses de alta, o emprego na indústria tem queda de 0,2% entre fevereiro e março, de acordo com os Indicadores Industriais divulgados hoje (2), em Brasília, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Na comparação com março do ano passado, houve aumento de 0,5%.

Setor industrial segue crescendo em abril

Os dados de abril revelaram uma melhora adicional na saúde do setor industrial brasileiro, com a conquista de novos trabalhos permitindo que as empresas continuassem a aumentar a produção e a criar empregos. Contudo, a desaceleração foi tão abrangente quanto esta expansão. Foram observadas taxas mais brandas de aumento para as quantidades de novos pedidos, os volumes de produção e de exportações, e os níveis de compra e de empregos. Em relação às medidas de preços, as tendências variaram. A inflação de custo de insumos atingiu um recorde de alta de quatro meses, enquanto que os preços de fábrica cresceram ao ritmo mais fraco desde outubro do ano passado.

Assinar este feed RSS