BB segue Copom e anuncia redução de taxas

O Banco do Brasil anunciou na quarta-feira (7) redução das taxas de juros para pessoas físicas e jurídicas. Esta é a nona queda consecutiva de juros no Banco do Brasil desde o ano passado, em linha com a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), que cortou a taxa Selic em 0,25 ponto percentual, passando para 6,75% ao ano. As novas taxas entram em vigor a partir da próxima sexta-feira, dia 9.

Manutenção dos juros baixos depende do ajuste das contas públicas, alerta CNI

A inflação abaixo da meta e a recuperação gradual da economia justificam a redução de 0,25 ponto percentual nos juros básicos da economia, avalia a Confederação Nacional da Indústria (CNI). A queda, menor do que as anteriores, foi anunciada nesta quarta-feira, 7 de fevereiro, pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom).

  • Publicado em Economia

Aprovação da previdência é causa do fraco ritmo da Selic, diz Firjan

A inflação atual e a projetada para 2018 estão abaixo do centro da meta perseguida pelo Banco Central. Além disso, o crescimento do país continua baixo, apesar do recente movimento de recuperação dos principais indicadores de atividade econômica. A única justificativa para a decisão do Banco Central de reduzir o ritmo de corte da taxa de juros é a incerteza quanto à aprovação da reforma da previdência. Afinal, o equilíbrio das contas públicas depende dela. Por isso, o Sistema FIRJAN reforça a urgência do Congresso Nacional aprová-la ainda no primeiro trimestre, sob pena de termos mais um ano de baixo crescimento, combinado com inflação e juros mais altos.

(Redação - Investimentos e Notícias)

  • Publicado em Economia

Corte na Selic deve ser o último recuo no ciclo de queda da taxa de juros, avalia SPC Brasil

Na avaliação do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o novo corte de 0,25 ponto percentual na taxa Selic deve ser o último recuo do ciclo de queda da taxa de juros iniciada em agosto de 2016. A decisão tomada na noite desta quarta-feira (07/02) faz com que a taxa básica de juros da economia brasileira diminua de 7,0% para 6,75% ao ano, atingindo uma nova mínima histórica.

  • Publicado em Economia

Banco Central acerta em reduzir a Selic para 6,75%, avalia a FecomercioSP

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) considerou positiva a redução da Selic de 7% para 6,75% ao ano. Segundo a Entidade, apesar do ritmo de queda ter sido um pouco menor do que os anteriores, a taxa de juros chegou ao seu menor patamar histórico. Além disso, o corte de 0,25 ponto porcentual (p.p.) é compreensível, dado que o Banco Central (BC) vem reduzindo a taxa desde 2016, quando seu patamar era superior a 14% e a inflação estava muito mais alta do que a do atual momento.

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS

Warning: mysqli_close(): Couldn't fetch mysqli in /home/investimentosenoticias/www/libraries/joomla/database/database/mysqli.php on line 141