Confiança do comércio paulistano cai 3,9% em maio

O indicador que mede o grau de confiança do empresário do comércio varejista de São Paulo registrou uma queda de 3,9 % em maio, em relação ao mês de abril. É a quarta baixa mensal consecutiva, de acordo com o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), apurado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Conab recebe escritura para construção de armazém em Quixadá

Na próxima segunda-feira (9), o processo de doação de terreno para a construção do novo armazém da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Quixadá estará concluído. A doação do imóvel será formalizada com a entrega da escritura da área ao presidente da Companhia, Rubens Rodrigues dos Santos.

Venda de veículos fica praticamente estável em maio

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, apresentou na quinta-feira, 5, em São Paulo, o desempenho da indústria automobilística em maio. Os dados apontam estabilidade no licenciamento: a diferença entre os 293,4 mil autoveículos comercializados no quinto mês de 2014 e os 293,2 mil de abril do mesmo ano não chegou a 200 unidades.

  • Publicado em Carros

Logan e Sandero impulsionam vendas da Renault

Em maio, a Renault do Brasil atingiu participação de mercado histórica de 7,8%, impulsionada, principalmente, pelos ótimos resultados de vendas de Novo Logan, Sandero e Master. Com 21.579 unidades emplacadas, a marca registrou volume 19,1% superior a maio de 2013, enquanto o mercado teve queda de 7,7%, na mesma comparação. No acumulado do ano, os emplacamentos da Renault alcançaram 92.497 unidades, um aumento de 12,8% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o mercado sofreu queda de 5,3%. Com este resultado a Renault foi a marca que mais cresceu em market share no mercado brasileiro no período de janeiro a maio, com um crescimento de 1,1 ponto percentual.

  • Publicado em Carros

Vendas a prazo no comércio recuam pela 3ª vez consecutiva

O indicador de vendas a prazo no comércio, calculado pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), repetiu o comportamento de baixa verificado nos últimos dois meses e recuou -2,08% no mês de maio, em relação ao mesmo período do ano passado.

Consumidor paulistano está cauteloso, afirma FecomercioSP

Após registrar leve alta em abril, o nível de endividamento na cidade de São Paulo registrou estabilidade em maio, chegando a 51,2% do total. Em números absolutos, 1,835 milhão de famílias apresentavam algum tipo de dívida no quinto mês do ano, segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).  Apesar de o índice manter-se no mesmo patamar do mês passado, registrou queda se comparado a maio de 2013, quando atingiu 57,1% das famílias.

Assinar este feed RSS