Vendas de motocicletas registram queda de 28,5% este ano

O setor de duas rodas vai fechar o ano com retração em relação a 2015, com queda de 28,5% nas vendas no atacado de motocicletas e similares. O número divulgado hoje (13) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e similares (Abraciclo) corresponde ao acumulado de janeiro a novembro de 2016. Nos onze meses foram comercializadas 801.563 unidades ante 1.120.680 no mesmo período de 2015. “Um fator positivo a se comemorar é o volume de vendas de motocicletas no modelo scooter, com pequeno crescimento em relação a 2015 e nos últimos três anos”, destacou o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.

Produção de bicicletas avança 13,6% em outubro

Com a aproximação das festas de final de ano, bem como o início das estações mais quentes, fatores que auxiliam na evolução dos negócios, a produção de bicicletas somou 72.085 unidades em outubro, volume 13,6% acima do registrado em setembro, com 63.443 unidades. Os dados foram divulgados pela ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares e se referem às operações de suas associadas, que têm fábricas instaladas no Polo Industrial de Manaus – PIM.

Produção e venda de motocicletas registram queda de 11,5% e 22,5%

Conforme levantamento divulgado pela ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, foram produzidas 71.221 motocicletas em outubro, volume 11,5% inferior ao apresentado no mês anterior. Em comparação ao mesmo período de 2015, a queda foi de 31,8%. No acumulado do ano, a produção foi de 784.091 unidades, o que corresponde a 353.012 motocicletas a menos que os primeiros dez meses do ano passado.

Produção de bicicletas tem queda de 12,2% em setembro

Segundo dados divulgados pela ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, em setembro foram produzidas 63.443 bicicletas por suas associadas no Polo Industrial de Manaus (PIM), volume 12,2% abaixo do registrado em agosto, com 72.272 unidades, e 20,9% inferior que o mesmo mês de 2015 (80.256 unidades).

Produção e venda de Motocicletas caem 13,3% em setembro

A indústria de motocicletas segue apresentando dados retraídos de produção, vendas e exportação. Segundo a ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, foram fabricadas 80.489 motos em setembro, ante 92.791 em agosto, o que representa uma retração de 13,3%.

Produção de bicicletas cresce 20,1% em agosto, mostra ABRACICLO

De acordo com os dados da ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, foram fabricadas 72.272 bicicletas em agosto passado, o que representa um crescimento de 20,1% em relação ao volume de julho, porém também corresponde a uma retração de 3,7% frente ao mesmo mês de 2015. As empresas do segmento de bicicletas associadas à Abraciclo são a Caloi, Houston, Ox Bike e Sense, responsáveis pelas marcas Caloi, Cannondale, GT, Schwinn, Mongoose, Houston, Audax, Ox Bike, Oggi, Sense e Sense Eletric Bike. Todas elas têm fábricas instaladas no Polo Industrial de Manaus – PIM

Produção de motocicletas recua 18,6%, segudo ABRACICLO

Foram produzidas 92.791 motocicletas em agosto, o que representa uma queda de 18,6% em relação ao mesmo mês de 2015 (113.982 unidades). Em comparação com julho do presente ano, quando a produção totalizou 75.233 motos, houve uma alta de 23,3%, porém deve ser considerado o efeito das férias coletivas de meio de ano nos volumes das fábricas do Polo Industrial de Manaus (PIM), conforme informações divulgadas pela ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares.

Produção e vendas de motocicletas caem 7,6% em julho

Foram produzidas 75.233 motocicletas no mês passado, o que representa uma queda de 7,6% em relação a junho (81.387). Já na comparação com 2015, quando foram fabricadas 102.450 unidades, houve retração de 26,6%. Os dados foram divulgados pela ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares.

Assinar este feed RSS