Índice de Estoques do varejo de SP cresce 7,8% em fevereiro

A conjuntura econômica de recuperação das vendas, a inflação baixa, os juros em queda e a retomada da confiança dos consumidores, finalmente, parecem estar refletindo positivamente na percepção dos comerciantes quanto à adequação dos estoques. É o que aponta o Índice de Estoques (IE) do varejo na cidade de São Paulo, que registrou alta de 7,8% ao passar de 105,3 pontos em janeiro para 113,5 pontos em fevereiro. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o indicador registrou elevação de 16,3%.

Varejo cresce 1,3% em janeiro, aponta Cielo

Seguindo a tendência registrada desde o terceiro trimestre do ano passado, o varejo brasileiro continua se recuperando. Em janeiro, o desempenho do mercado teve alta de 1,3%, na comparação com o mesmo período de 2017, descontando a inflação que incide sobre a cesta de setores do varejo ampliado. Em termos nominais, que reflete o que o varejista de fato observa na receita das suas vendas, o indicador reforça a retomada: alta de 2,6% em janeiro na comparação com o ano anterior. É o que aponta o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) divulgado nesta sexta-feira (16).

  • Publicado em Economia

Vendas no varejo acumulam alta de 2,0% em 2017

Em dezembro de 2017, o volume de vendas do comércio varejista nacional recuou 1,5% frente a novembro, na série com ajuste sazonal, após avançar 1,0% em novembro, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, a média móvel trimestral ficou negativa (-0,4%). Na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista cresceu 3,3% em relação a dezembro de 2016. Foi a nona taxa positiva seguida, embora menos acentuada que a de novembro (6,0%). O volume de vendas do varejo cresceu tanto no quarto trimestre de 2017 (3,9%) como no fechamento do ano (2,0%). O acumulado nos últimos doze meses cresceu 2,0%, o maior resultado desde dezembro de 2014 (2,2%).

  • Publicado em Economia

Varejo paulista criou 6 mil empregos formais em 2017

Após dois anos de desempenho negativo, o comércio varejista do Estado de São Paulo voltou a gerar empregos com carteira assinada em 2017. A abertura de 6.326 postos de trabalho no ano reverte o quadro observado em 2015 e 2016, quando 107,5 mil vínculos celetistas foram extintos. Assim, o varejo paulista encerrou 2017 com um estoque ativo de 2.089.209 trabalhadores formais, alta de 0,3% em relação a dezembro de 2016. Além disso, pela primeira vez desde 2010, o setor voltou a registrar saldo positivo de empregos no mês de dezembro. Foram 925 vagas abertas no mês, resultado de 69.649 admissões e 68.724 desligamentos. Em dezembro de 2016, 5.133 foram fechadas.

  • Publicado em Economia

Varejo tem primeiro janeiro positivo desde 2014

O movimento de vendas no varejo da capital paulista cresceu em média 4,7% em janeiro na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Foi o nono mês seguido de alta e o primeiro janeiro no azul desde 2014.

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS