Custo da cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas pelo Dieese

Em setembro, o custo do conjunto de alimentos básicos apresentou comportamento diferente entre as 27 capitais brasileiras, de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Enquanto houve alta da cesta em 13 cidades, em outras 14, foi registrada redução. As maiores altas ocorreram em Brasília (2,37%), Salvador (1,46%), Fortaleza (1,42%) e Recife (1,06%). As retrações mais expressivas foram observadas em Macapá (-5,18%), Goiânia (-4,31%), Campo Grande (-1,95%) e Belo Horizonte (-1,88%).

Desemprego fica estável em 17,6% na região metropolitana de São Paulo

A taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo manteve-se estável em 17,6% entre maio e junho. Em junho, havia 1,99 milhão de desempregados, número que indica um acréscimo de 13 mil pessoas sobre o de maio. No período, 77 mil pessoas entraram para o mercado de trabalho, enquanto foram criadas apenas 64 mil vagas.

Índice do Custo de Vida avança 0,46% em junho em SP, segundo DIEESE

Em junho, o Índice do Custo de Vida no município de São Paulo aumentou 0,45% em comparação com maio, segundo cálculo do DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Pelo segundo mês consecutivo, o índice por estrato de renda indicou que a maior alta (0,82%) foi registrada para as famílias com renda mais baixa ou pertencentes ao estrato 1. Para as famílias do estrato 3, com maior renda, o impacto foi menor: 0,26%. Já para as do estrato intermediário, a taxa foi de 0,64%.

Custo de Vida em São Paulo sobe mais para famílias de menor renda

O Índice do Custo de Vida no município de São Paulo aumentou 0,67% entre abril e maio, segundo cálculo do DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. O índice por estrato de renda indicou que a maior alta foi registrada para as famílias com menor renda ou pertencentes ao estrato 1: 1,09% e menor para o estrato 3, ou para aquelas com maior renda: 0,51%. Para as famílias do estrato intermediário, a taxa foi de 0,83%.

Custo da cesta básica aumenta em 17 cidades, mostra DIEESE

Em maio, houve elevação do custo do conjunto de alimentos básicos em 17 das 27 capitais brasileiras, de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). As maiores altas ocorreram em Porto Alegre (3,87%), Curitiba (3,46%) e Brasília (3,25%) e as quedas mais expressivas foram verificadas em Florianópolis (-4,09%), Fortaleza (-2,60%) e Rio Branco (-2,49%).

Taxa de desemprego cresce na maioria das regiões

O DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) e a Fundação Seade realizam atualmente a Pesquisa de Emprego e Desemprego em quatro regiões metropolitanas e no Distrito Federal, todos os meses. O levantamento é feito em parceria com diversas entidades, dentro do que se convencionou chamar de Sistema PED. Fazem parte do convênio o Ministério do Trabalho e Previdência Social e o Fundo de Amparo ao Trabalhador, além das seguintes instituições regionais: Setrab-GDF e Codeplan, no Distrito Federal; IDT/SINE-CE e STDS, em Fortaleza; FEE, FGTAS e PMPA, em Porto Alegre; e SEI e Setre, em Salvador.

Procon-SP constata alta de 0,86% na cesta básica

O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou alta de 0,86%, no período de 13/5 a 19/5, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 12/5 era R$ 663,20 passou para R$ 668,91 em 19 de maio.

Procon-SP constata alta de 0,43% na cesta básica

O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou alta de 0,43%, no período de 14/4 a 20/4, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 13/4 era R$ 662,59 passou para R$ 665,42 em 20 de abril.

Assinar este feed RSS