Alimentos e mensalidades escolares elevam a taxa de janeiro, diz Dieese

A inflação no município de São Paulo, entre dezembro de 2018 e janeiro de 2019, segundo o Índice do Custo de Vida calculado pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), foi de 0,43%. A variação anual, de fevereiro de 2018 a janeiro de 2019, foi de 3,35%.

  • Publicado em Economia

Custo de vida sobe 3,89% em 2018, aponta Dieese

O Índice do Custo de Vida –ICV calculado pelo DIEESE –Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos –registrou variação acumulada de 3,89% em 2018, 1,45 ponto percentual (p.p.) superior à de 2017, que foi 2,44%. As taxas por estrato de renda apresentaram o seguinte comportamento: para as famílias pertencentes ao estrato 1, que possuem as rendas mais baixas, foi verificada taxa de 3,87%; para as do estrato 2, a variação foi de 3,79%; e, para as do estrato 3, a taxa ficou em 3,91%.

 

  • Publicado em Economia

Valor da cesta básica aumenta em todas as capitais em 2018

Em 2018, o valor da cesta básica aumentou nas 18 capitais do país onde o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) realizou mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. As altas mais expressivas, entre dezembro de 2017 e 2018, foram registradas em Campo Grande (15,46%), Brasília (14,76%) e Belo Horizonte (13,03%). As menores variações positivas ocorreram em Recife (2,53%) e Natal (3,09%).

Custo da cesta básica aumenta na maior parte das capitais, diz Dieese

Pelo segundo mês consecutivo, houve aumento no preço do conjunto de alimentos essenciais em 16 das 18 cidades onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) realiza a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. As altas mais expressivas foram registradas em Belo Horizonte (7,81%), São Luís (6,44%), Campo Grande (6,05%) e São Paulo (5,68%). As retrações aconteceram em Vitória (-2,65%) e Salvador (-0,26%).

Cesta básica sobe em 16 das 18 capitais pesquisadas, aponta Dieese

O preço do conjunto de alimentos essenciais aumentou em 16 das 18 cidades onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) realiza a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. As altas mais expressivas foram registradas em Fortaleza (7,15%), Porto Alegre (6,35%), Vitória (6,08%) e Rio de Janeiro (6,02%). As retrações aconteceram em Recife (-0,77%) e Natal (-0,12%).

  • Publicado em Economia

Desemprego fica estável em 17,3% em SP, mostra Dieese

A taxa de desemprego total na Região Metropolitana de São Paulo ficou em 17,3% no mês de setembro, praticamente estável em relação a agosto, quando foi registrada taxa de 17,4%. Os dados foram divulgados hoje (31) pela Fundação Seade e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

  • Publicado em Economia

Cesta básica de junho tem alta de 2,95%

Pesquisa da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, constatou que em junho o valor da cesta básica paulistana teve alta de 2,95%. O levantamento, feito em convênio com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), revela que o preço médio no dia 30/05/18 era R$ 682,25 e passou para R$ 702,38 em 29/06/18.

Dieese aponta inflação de 1,38% na capital paulista

O custo de vida na capital paulista, a maior do país, subiu 1,38% de maio para junho de acordo com pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Combustíveis, carne, leite e serviços públicos foram responsáveis pela inflação em junho, de acordo com a pesquisa Índice do Custo de Vida (IVC-Dieese).

Assinar este feed RSS