PIB no 4T19 pode apresentar alta de 0,75%, aponta MUFG

  •  
PIB no 4T19 pode apresentar alta de 0,75%, aponta MUFG Foto: Divulgação

O Banco Central divulgou nesta quinta-feira, 16, os números da atividade econômica no Brasil. Segundo o BC, a atividade avançou 0,18% em novembro de 2019 com relação a outubro, na série dessazonalizada, de acordo com Índice de Atividade Econômica (IBC-Br).

O índice passou de 139,49 pontos para 139,74 pontos na série dessazonalizada de outubro para novembro.

Com isso, o MUFG (Mitsubishi UFJ Financial Group, Inc), holding do Banco MUFG Brasil, considera que "esse crescimento ocorreu mesmo em meio a cenários decepcionantes dos principais indicadores setoriais em novembro (produção industrial -1,2%, vendas no varejo ampliado -0,5% e atividade de serviços -0,1%), o que reforça a convicção de que o PIB no 4º trimestre poderá apresentar alta de +0,75% em relação ao trimestre anterior, levando a um crescimento de +1,2% em todo o ano de 2019".

Os dados apontam, ainda, um carrego estatístico de +1%. Ou seja, sem crescimento trimestral do PIB em 2020, a economia registrará essa alta de 1% em todo o ano de 2020.

"Claro que esperamos crescimento trimestral, impulsionado pela combinação de inflação moderada, redução das taxas de empréstimos e criação mais intensa de empregos formais, que contribuem para estimular o consumo das famílias e investimentos produtivos", afirma a MUFG.

A projeção atual do banco para o crescimento do PIB em 2020 é de 2,8%.

(Redação - Investimentos e Notícias)