Indicador de incerteza da economia sinaliza queda no mês

  •  
Indicador de incerteza da economia sinaliza queda no mês (Foto: Pexels) Indicador de incerteza da economia sinaliza queda no mês

A prévia de dezembro do Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas sinaliza queda de 5,1 pontos no mês, para 140,7 pontos. Com o resultado, o indicador estaria 3,9 pontos acima do último pico anterior a pandemia, em setembro de 2015 e, 26 pontos acima de fevereiro de 2020, período pré-pandemia.

“Após a alta da incerteza no mês anterior, o IIE-Br volta a recuar este mês sob a influência favorável de notícias sobre o sucesso de testes e o início da vacinação contra a covid-19 em outros países. O completo retorno à normalização da vida cotidiana e das atividades econômicas, no entanto, ainda estão distantes e a combinação de aumento no número de casos e de dúvidas crescentes quanto à velocidade possível de crescimento após fim dos estímulos fiscais, em 2021, mantêm o indicador na desconfortável casa dos 140 pontos.”, afirma Anna Carolina Gouveia, Economista da FGV IBRE.

Na prévia de dezembro, o componente de Mídia e de Expectativa caminharam no mesmo sentido. O primeiro recuou 3,9 pontos, para 125,7 pontos, e o segundo, 8,1 pontos, para 183,9 pontos.

(Redação – Investimentos e Notícias)