Expectativa de inflação dos consumidores sobe em dezembro

  •  
Expectativa de inflação dos consumidores sobe em dezembro (Foto: Divulgação) Expectativa de inflação dos consumidores sobe em dezembro

A expectativa mediana de inflação dos consumidores brasileiros para os próximos 12 meses subiu 0,4 ponto em dezembro, para 5,2%, o maior aumento desde dezembro de 2015 (0,9 ponto), segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Em relação ao mesmo mês do ano anterior, a mediana também subiu 0,4 ponto.

“A mediana da expectativa de inflação dos consumidores para os próximos doze meses em patamar acima de 5% acende o sinal de alerta à autoridade monetária. Apesar das projeções de mercado sugerirem inflação dentro da meta para o ano que vem, os consumidores estão preocupados com algumas pressões nos preços observada nos últimos meses, projetando para 2021 um cenário pior do que esperavam para 2020 ainda que a atividade econômica se mantenha fraca no primeiro semestre”, afirma Renata de Mello Franco, economista da FGV IBRE.

Em dezembro, 41,4% dos consumidores projetaram valores abaixo da meta de inflação para 2020 (4,0%), a menor parcela nos últimos seis meses. Por outro lado, a proporção de consumidores projetando acima do limite superior da meta de inflação para 2020 (5,5%) aumentou 2,2 pontos percentuais (p.p.), de 33,8% para 36,0%, a maior parcela dos últimos seis meses.

As expectativas medianas para a inflação nos próximos 12 meses aumentaram em todas as faixas de renda, principalmente nas de maior poder aquisitivo. As famílias com renda acima de R$ 9,6 mil registraram alta de 0,5 ponto nas expectativas, para 4,5%, maior valor desde junho de 2019 (4,7%).

(Redação – Investimentos e Notícias)