Expectativa de inflação dos consumidores recua

  •  
Expectativa de inflação dos consumidores recua (Foto: Divulgação) Expectativa de inflação dos consumidores recua

O Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores, da Fundação Getulio Vargas, mostra que a inflação mediana prevista pelos brasileiros para os 12 meses seguintes ficou em 7,4% em dezembro, após registrar 7,5% no mês anterior. O resultado manteve o indicador no intervalo entre 7,2% e 7,5% observado durante todo o ano de 2014, o patamar anual mais elevado desde o início da pesquisa. Em médias móveis trimestrais, o indicador seguiu caminho inverso ao dos dados pontuais, passando de 7,4% para 7,5% entre novembro e dezembro.

Segundo o economista Pedro Costa Ferreira, da FGV/IBRE, “O resultado da mediana em 7,4% no mês de dezembro interrompe uma sequência de quatro meses de alta (ou viés de alta) do Indicador de Expectativa de inflação dos Consumidores. É preciso lembrar, no entanto, que essa é a maior mediana para o mês de dezembro dos últimos nove anos”.

O valor de 7% continua sendo o mais citado, mas a proporção de consumidores prevendo este nível de inflação diminuiu de 26,2% para 22,7% entre novembro e dezembro. No mesmo período, houve diminuição da frequência relativa de valores superiores a 7%, de 48,7% para 47,2% do total, e aumento da frequência de valores inferiores, de 25,1% para 30,0%.

(Redação – Agência IN)