Emplacamentos de veículos caem 73,5% em abril

  •  
Emplacamentos de veículos caem 73,5% em abril Foto: Divulgação

De acordo com os dados da FENABRAVE- Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, a comercialização de automóveis e comerciais leves teve queda de 76,79% entre os meses de abril de 2019/2020, e acumula retração de 27,13% no quadrimestre deste ano.

Os estados como São Paulo, por exemplo, passaram de 25,3% das vendas desses segmentos abril de 2019 para 0,9%, em abril de 2020, devido ao fechamento de todo o comércio.

A instituição apurou queda de 73,57% nos emplacamentos de veículos automotores no mês de abril, em relação ao mesmo mês de 2019.

Foram emplacados 89.692 veículos (entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, implementos rodoviários e motocicletas) em abril/2020, contra 339.388 veículos em abril de 2019. Se comparado ao mês de março/2020, abril mostrou queda de 64,04% e, na relação do acumulado do quadrimestre (janeiro a abril), o ano de 2020 está 25,17% abaixo do mesmo período do ano passado.

A comercialização de automóveis e comerciais leves teve queda de 76,79% entre os meses de abril de 2019/2020, passando de 221.292 unidades, comercializadas, em abril do ano passado, para 51.362 unidades, vendidas em abril de 2020.

No acumulado do quadrimestre, a retração foi de 27,13%, com 583.905 autos e leves vendidos entre janeiro a abril de 2020, contra 801.280 comercializados em igual período de 2019.

'Lamentavelmente, voltamos aos patamares de vendas, registrados há 14 anos, para automóveis e comerciais leves e, para o Setor em Geral, retornamos aos volumes de 1992, ou seja, voltamos aos resultados de 28 anos atrás', aponta Alarico Assumpção Júnior, presidente da FENABRAVE.

No caso de caminhões, a retração no acumulado foi de apenas 2 anos, mas, chegou a 26 anos de retrocesso, se forem considerados, apenas, os dados de abril.

Por fim, a entidade indica que para o setor de motos, houve retrocesso de 24 anos, em relação aos dados de abril/2020, e de 17 anos, no acumulado do quadrimestre.

(Redação - Investimentos e Notícias)