Confiança do consumidor recua em março

  •  
Confiança do consumidor recua em março (Foto: Divulgação) Confiança do consumidor recua em março

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) mostra novo recuo em março, o segundo consecutivo, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O INEC de março de 2018 é de 101,9 pontos, uma queda de 0,8% na comparação com fevereiro. Assim, o INEC permanece em patamar baixo, 5,6% inferior a sua média histórica. O índice é praticamente o mesmo de um ano atrás: recuo de 0,1% na comparação com março de 2017.

Os componentes do INEC ligados às expectativas são os principais responsáveis pela queda de março. As perspectivas da população com relação à evolução futura dos preços, emprego e renda, se tornaram mais pessimistas, como apontam os índices de expectativa de inflação (queda de 2,7% na comparação com fevereiro), de desemprego (queda de 2,6%) e de própria renda (queda de 2,9%).

Os índices relacionados às condições financeiras dos consumidores mostram variações mais modestas. O índice de situação financeira registra crescimento de 0,6% na comparação com fevereiro, refletindo uma melhora da avaliação das finanças de modo geral, enquanto o endividamento aponta pequeno aumento das dívidas ao recuar 0,4%.