BC anuncia redução da taxa Selic para 5,00% a.a.

  •  
BC anuncia redução da taxa Selic para 5,00% a.a. Foto: Divulgação

O Banco Central anunciou hoje, 30, que o Copom decidiu, por unanimidade, reduzir a taxa Selic para 5,00% a.a.

A 226ª reunião apontou que os indicadores de atividade econômica continuam mostrando sinais de melhora e recuperação da economia brasileira e, sendo assim, o Copom supõe que essa recuperação ocorrerá em ritmo gradual.

Em relação ao cenário externo, o BC indica a desaceleração econômica e de inflação abaixo das metas, tem sido deixado um ambiente favorável para economias emergentes. No entanto, vale lembrar que o cenário segue incerto e os riscos associados a uma desaceleração mais intensa da economia global permanecem.

O Comitê informou que as expectativas de inflação para 2019, 2020, 2021 e 2022 apuradas pela pesquisa Focus encontram-se em torno de 3,3%, 3,6%, 3,75% e 3,5%, respectivamente;

Com isso, as projeções do Copom situam-se em torno de 3,4% para 2019, 3,6% para 2020 e 3,5% para 2021. Esse cenário supõe trajetória de juros que encerra 2019 em 4,50% a.a.. Já em 2020 é possível que a taxa permaneça nesse patamar e se eleva até 6,38% a.a. em 2021.

Já a trajetória para a taxa de câmbio deve terminar 2019 em R$ 4,00/US$, permanecendo nesse patamar ao longo de 2020 e encerrando 2021 a R$3,95/US$, apontou o BC.

O Comitê ressalta que os fatores de risco permanecem em relação à inflação, como a deterioração do cenário externo para economias emergentes e uma eventual frustração na continuidade das reformas no plano político, por exemplo.

O Comitê entende que a decisão de reduzir a taxa básica reflete seu cenário básico e balanço de riscos para a inflação. Além disso, a conjuntura econômica também tem estimulado a política monetária.

O Comitê reitera que o anúncio não restringe suas próximas decisões e enfatiza que os próximos passos da política monetária continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação.

Votaram por essa decisão os seguintes membros do Comitê: Roberto Oliveira Campos Neto (Presidente), Bruno Serra Fernandes, Carolina de Assis Barros, Fernanda Feitosa Nechio, João Manoel Pinho de Mello, Maurício Costa de Moura, Otávio Ribeiro Damaso e Paulo Sérgio Neves de Souza.

(Redação - Investimentos e Notícias)