Balança tem superávit de US$ 1,516 bi na 3ª semana do mês

  •  
Balança tem superávit de US$ 1,516 bi na 3ª semana do mês (Foto: Divulgação) Balança tem superávit de US$ 1,516 bi na 3ª semana do mês

Na terceira semana de julho de 2018, a balança comercial registrou superávit de US$ 1,516 bilhão, resultado de exportações no valor de US$ 6,780 bilhões e importações de US$ 5,264 bilhões, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

No mês, as exportações somam US$ 16,131 bilhões e as importações, US$ 12,163 bilhões, com saldo positivo de US$ 3,967 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 129,843 bilhões e as importações, US$ 95,943 bilhões, com saldo positivo de US$ 33,900 bilhões.

A média das exportações da 3ª semana chegou a US$ 1,355 bilhão, 45,0% acima da média de US$ 934,7 milhões até a 2ª semana, em razão do aumento nas exportações de produtos manufaturados (+120,3%, de US$ 234,7 milhões para US$ 517,1 milhões, em razão, principalmente, de plataforma para extração de petróleo, óleos combustíveis, tubos flexíveis de ferro/aço, automóveis de passageiros, aviões, suco de laranja não congelado) e básicos (+30,9%, de US$ 569,7 milhões para US$ 745,9 milhões, por conta de petróleo em bruto, minério de ferro, farelo de soja, milho em grãos, minério de alumínio). Por outro lado, caíram as exportações de produtos semimanufaturados (-31,9%, de US$ 120,7 milhões para US$ 82,1 milhões, em razão de semimanufaturados de ferro/aço, celulose, ferro fundido, madeira em estilhas ou em partículas, madeira serrada ou fendida).

Do lado das importações, apontou-se crescimento de 52,6%, sobre igual período comparativo (média da 3ª semana, US$ 1,053 bilhão sobre média até a 2ª semana, US$ 689,9 milhões), explicado, principalmente, pelo aumento nos gastos com combustíveis e lubrificantes, químicos orgânicos e inorgânicos, automóveis e partes, adubos e fertilizantes, cobre e suas obras.

(Redação – Investimentos e Notícias)