Campanha: Akatu comemora dia Mundial do Meio Ambiente

Ação criada pela DPZ&T convoca as pessoas a buscar em cada um a única força capaz de transformar o mundo: a consciência Foto: Divulgação Ação criada pela DPZ&T convoca as pessoas a buscar em cada um a única força capaz de transformar o mundo: a consciência

Com o objetivo de estimular uma reflexão na sociedade sobre o consumo consciente e promover o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta sexta-feira (05), o Instituto Akatu lança a campanha 'Consciência, cadê você? '. Com criação da DPZ&T, a ação convida as pessoas a resgatar em suas mentes, de forma retroativa, o processo de desencontro, quando o ser humano deixou de ouvir a consciência e começou a agir sem pensar no esgotamento dos recursos naturais e no coletivo.

Para comunicar a ação, a agência criou anúncios que trazem diferentes indagações para o público, como: 'Quando foi que deixamos de ouvir você? Por que emudecemos, em nós, a sua voz?' e 'Perdemos a capacidade de nos recriar? Cadê você, Consciência?'. A ideia é relembrar que o meio ambiente e também a econômica só permanece bem quando existe uma gestão consciente dos recursos naturais do planeta, praticada pela sociedade. Os anúncios serão veiculados em revistas e jornais. Além disso, haverá também spot em Rádios.

A campanha do Akatu também conta, nas peças impressas, com o reconhecimento do selo do PNUMA - Programa das Nações Unidas Para o Meio Ambiente - para o Dia Mundial do Meio Ambiente 2015, que destaca o tema 'Sete bilhões de sonhos. Um Planeta. Consuma com moderação.'

Segundo Gabriela Yamaguchi, gerente de comunicação do Instituto Akatu: 'Diante do cenário atual, precisamos despertar nas pessoas um senso de urgência para a mudança. Cada um de nós, na sociedade que nos une, consome muito mais recursos naturais do que a Terra disponibiliza. Nesta data tão importante, queremos reforçar a importância da reflexão individual para inspirar a mudança coletiva com grandes impactos positivos para todos'.

'Em meio à correria do dia a dia, muitas vezes questões importantes passam despercebidas, principalmente as que envolvem o nosso próprio patrimônio. A campanha convoca as pessoas a repensar e a buscar dentro de si algo de grande valia: nossa própria consciência', completa Marcelo Lucato, Head of Art da DPZ&T.

(Redação - Agência IN)