ABIMAPI registra crescimento de 4,88% do setor no 1º semestre

ABIMAPI registra crescimento de 4,88% do setor no 1º semestre Foto: Divulgação ABIMAPI registra crescimento de 4,88% do setor no 1º semestre

A Associação Brasileira das Indústrias Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos industrializados (ABIMAPI), em parceria com a consultoria Nielsen, divulga hoje os dados referentes ao crescimento do setor durante o primeiro semestre de 2016. Juntas, as três categorias representadas pela entidade movimentaram um total de R$ 18,2 bilhões, crescimento de 4,88% em relação ao mesmo período de 2015. Em volume o setor se manteve estável, com cerca de 1,7 milhão de toneladas vendidas.

De acordo com Cláudio Zanão, presidente executivo da ABIMAPI a expectativa para o fechamento do ano é manter o resultado obtido durante os primeiros seis meses. “Estamos passando por um período de reestruturação na economia e, diante desta conjuntura, estes números são otimistas para as nossas categorias”, pontua Zanão.

Biscoitos

O faturamento das indústrias de biscoitos cresceu 4,75%, atingindo a marca dos R$10,7 bilhões no último semestre. Assim como o setor num todo, esta categoria mostrou estabilidade em relação ao volume, mantendo-se na casa das 840 mil toneladas. “Os dados refletem o comportamento do consumidor que, diante a atual crise econômica do País, diminuiu sua frequência de compras, mas não retirou da cesta os produtos básicos para o dia a dia, como as rosquinhas e os biscoitos maria/maisena”, explica o presidente da associação. Esses tipos, inclusive, são os principais impulsionadores para o crescimento da categoria e registraram aumento de 6,48% e 2,13% em volume de vendas, respectivamente.

Massas alimentícias

O mercado de massas alimentícias movimentou R$ 4,3 bilhões, registrando um aumento de 4,85% frente ao faturamento do primeiro semestre de 2015. A alta foi alavancada principalmente pelos segmentos das secas (7,17%) e frescas (3,25%), com faturamentos de R$ 2,7 bilhões e R$ 337,8 milhões, cada um.

A categoria registrou a marca de 617,6 mil toneladas de volume de vendas.

Pães e bolos industrializados

O cenário da categoria de pães e bolos industrializados também foi positivo, com crescimento de 5,33%, totalizando R$ 3,2 bilhões. Os chamados “pães de forma” expandiram em 6,12% o faturamento em relação a 2015, atingindo R$ 2,733 bilhões. Em volume, alcançaram a marca de 224,9 mil toneladas.

Em relação aos bolos industrializados, o segmento apresentou estabilidade no faturamento (0,45% superior) em relação ao primeiro semestre do ano anterior, totalizando R$ 417,7 milhões. Em volume, o total de vendas atingiu 16,8 mil toneladas.

(Redação - Agência IN)