Cotações do milho recuam na maioria das regiões

  •  
Cotações do milho recuam na maioria das regiões (Foto: Divulgação) Cotações do milho recuam na maioria das regiões

A maior disponibilidade interna tem pressionado os valores do milho em muitas regiões acompanhadas pelo Cepea nos últimos dias. A queda está atrelada ao início da colheita no Sul do Brasil e aos estoques atuais, considerados altos. 

No Centro-Oeste, a dificuldade de colheita da soja tem prejudicado o semeio da segunda safra e, no Paraná, podem ocorrer atrasos diante do cultivo mais tardio da oleaginosa em 2017. Especificamente no mercado paulista, as cotações caíram com força nos primeiros dias da semana passada, quando um maior número de vendedores estava ativo. 

No entanto, a partir da quarta-feira, 17, vendedores/produtores voltaram a diminuir a oferta. De 12 a 19 de janeiro, o Indicador do milho ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) recuou 1,49%, a R$ 32,33/saca de 60 kg nessa sexta-feira, 19. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

(Redação – Investimentos e Notícias)