Indústria da construção segue desaquecida

A indústria da construção segue desaquecida e demonstra menos euforia nos índices de confiança e expectativa que demonstrava nos dois primeiros meses de 2019, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Emprego na construção brasileira cresce 1,35% no 1º bimestre do ano

O nível de emprego na construção civil brasileira registrou alta de 1,35% no primeiro bimestre do ano. Foram abertos 30.650 postos de trabalho no acumulado de 2019. Na comparação do primeiro bimestre com o mesmo período do ano anterior, a variação é positiva em 1,05%. Na comparação de fevereiro com o mesmo mês do ano anterior, a variação é positiva em 1,40%. Em fevereiro, foram abertos 13.392 postos de trabalho e no primeiro mês do ano, 17.258. Ao final de fevereiro, o setor empregava 2.303.127 trabalhadores.

 

Índice Nacional da Construção Civil varia 0,52% em março

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, subiu 0,52% em março, ficando 0,31 ponto percentual acima da taxa de fevereiro (0,21%). O acumulado em 12 meses ficou em 4,86%, acima dos 4,47% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em março de 2018, o índice foi 0,14%. 

Confiança dos empresários da indústria da construção cai

O Índice de Confiança do Empresário (ICEI-Construção) recuou pelo segundo mês consecutivo e ficou em 59,8 pontos em março. Mesmo com a queda de 3,5 pontos em relação a fevereiro, o índice é 6,5 pontos maior do que média histórica e continua acima da linha divisória dos 50 pontos, que separa a confiança da falta de confiança. A queda deste mês é resultado da piora da avaliação dos empresários sobre as condições atuais dos negócios e das perspectivas em relação ao desempenho das empresas e da economia nos próximos seis meses, informa a Sondagem Indústria da Construção, divulgada nesta quarta-feira (27) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). 

Confiança da construção recua em março

O Índice de Confiança da Construção (ICST), da Fundação Getulio Vargas, caiu 2,5 pontos, configurando a maior queda na margem desde junho de 2018 (-2,9 pontos). O indicador passou para 82,5 pontos, menor valor desde outubro de 2018 (81,8 pontos). Em médias móveis trimestrais, o ICST recuou 1,0 ponto em março depois de seis altas consecutivas.

Índice Nacional da Construção Civil recua em fevereiro

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, subiu 0,21% em fevereiro, ficando 0,21 ponto percentual abaixo da taxa do mês anterior (0,42%). O acumulado em 12 meses ficou em 4,47%, pouco abaixo dos 4,56% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em fevereiro de 2018, o índice foi 0,30%. 

Varejo de material de construção cresce 6% em fevereiro

As vendas de material de construção cresceram 6% no mês de Fevereiro, comparado com o mesmo mês do ano anterior segundo o tracking mensal da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco). A pesquisa ainda avaliou a expectativa dos lojistas para Março: dois terços dos entrevistados (cerca de 65%) está otimista com o comércio neste mês, bem como com as novas estratégias e diretrizes do novo governo. Para 79% dos associados, o ambiente de negócios melhorará no Brasil.

Assinar este feed RSS