Confiança da Construção recua em agosto

O Índice de Confiança da Construção (ICST), da Fundação Getulio Vargas, caiu 1,6 ponto em agosto, atingindo 79,4 pontos. O resultado reverteu a alta de 1,7 ponto de julho. Em médias móveis trimestrais, o índice variou -1,0 ponto.

INCC-M sobe 0,30% em agosto

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) subiu 0,30% em agosto, abaixo do resultado do mês anterior, que foi de 0,72%. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços teve variação de 0,65%. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,97%. O índice referente à Mão de Obra não registrou variação em agosto, ante 0,51% em julho.

Vendas no varejo de material de construção sobem em julho

O varejo de material de construção cresceu 3% no mês de julho, na comparação com o mês de junho. Com relação ao mesmo mês do ano passado, o setor teve retração de 3%. Já no acumulado do ano, o setor apresenta alta de 4% sobre o mesmo período de 2017. Nos últimos 12 meses, há crescimento de 7%.

Confiança da construção registra 81,0 pontos em julho

O Índice de Confiança da Construção (ICST) subiu 1,7 ponto em julho, para 81,0 pontos, recuperando parte da perda de 3,1 pontos em junho, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o índice se mantém relativamente estável com variação de 0,3 ponto.

Índice Nacional da Construção Civil varia 0,58% em junho

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) variou 0,58% em junho, ficando 0,03 ponto percentual (p.p) acima dos 0,55% registrados em maio, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi a segunda alta consecutiva do índice, que em junho atingiu seu maior patamar no ano. O acumulado dos últimos doze meses foi de 4,07%, resultado acima dos 3,87% registrados pelo mesmo indicador em maio. Em junho de 2017 o índice foi 0,38%.

Faturamento do varejo de materiais de construção cresce no 1T18

Estudo realizado pelo Departamento de Economia do Sincomavi, a partir de dados fornecidos pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz), mostra que o comércio varejista de materiais de construção da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) viu seu faturamento bruto corrente crescer 3,2% no primeiro trimestre de 2018. A comparação é feita contra o mesmo período do ano anterior. Em números arredondados passou-se de R$ 5,26 bilhões para R$ 5,43 bilhões com as receitas de vendas. “Em valores atualizados para março de 2018, este é o melhor resultado para o acumulado dos três primeiros meses de um ano desde 2015”, ressalta o economista Jaime Vasconcellos.

Assinar este feed RSS

Warning: mysqli_close(): Couldn't fetch mysqli in /home/investimentosenoticias/www/libraries/joomla/database/database/mysqli.php on line 141