BB disponibiliza wifi gratuito na Avenida Paulista

BB disponibiliza wifi gratuito na Avenida Paulista Foto: Divulgação BB disponibiliza wifi gratuito na Avenida Paulista

O Banco do Brasil vai oferecer conexão de qualidade aos brasileiros que circulam diariamente pela Avenida Paulista. Durante um ano, a partir de domingo, 6 de agosto, quem estiver no centro financeiro do país poderá acessar a internet gratuitamente pelo mobile. O projeto é uma parceria do BB com a empresa JCDecaux.

Dos 17 relógios espalhados pela Paulista partirão a rede de fibra ótica que permitirá aos usuários realizar conexão com velocidade mínima garantida de 1 Mbps, independente do número de usuários conectados. O acesso será realizado através de um portal, que solicitará a identificação dos usuários por meio do login de rede sociais, como Instagram e Facebook.

No domingo, todos serão incentivados a postar fotos com a hashtag #MaisQueDigital, que serão selecionadas e exibidas nos relógios da Paulista durante toda a semana seguinte, sendo veiculadas randomicamente junto com a publicidade do Banco.

As telas dos relógios exibem, desde essa terça, 1º, uma peça publicitária de 10 segundos com a contagem regressiva para a data do lançamento do serviço. O filme também está sendo veiculado em outras 83 telas digitais da capital paulistana, fazendo menção à oferta de conexão wi-fi gratuita nos relógios.

A ação integra a campanha publicitária “Vai no App”, que visa elevar para 15 milhões o número de pessoas que usam o aplicativo com regularidade. Atualmente, o BB conta com 12,5 milhões de usuários.

#MaisQueDigital
O BB oferece um banco na palma da mão dos clientes desde os meados dos anos 2000. Na instituição, as transações bancárias no mobile já superam a soma de todas as transações dos demais canais.

Sempre atento às inovações, foi o primeiro banco a disponibilizar simulação e contratação de crédito veículo pelo mobile. Também se destaca na oferta de outros serviços, como a abertura imediata de conta corrente pelo celular, consulta de extrato, transferências, pagamentos, contratação de empréstimos, consórcios e capitalização, investimentos e operações rurais.

(Redação - Agência IN)