Saiba se vale a pena contratar seguro-fiança

  •  
Saiba se vale a pena contratar seguro-fiança Foto: Divulgação Saiba se vale a pena contratar seguro-fiança

Utilizado como garantia para o recebimento do aluguel por parte do locador, o seguro-fiança é uma opção cada vez mais solicitada nos contratos de locação de imóveis residenciais e comerciais. Levantamento do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) aponta que, em maio deste ano, o seguro-fiança foi utilizado em 18% das locações feitas na cidade de São Paulo. O GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE esclarece detalhes sobre o produto e mostra como garantir uma boa negociação.

Como funciona o seguro? Ao alugar um imóvel, o proprietário pode escolher ferramentas para garantia do retorno financeiro da locação como o fiador, depósito-caução ou seguro-fiança. “Entre essas opções, o seguro-fiança destaca-se pela fácil contratação, pois não existe burocracia”, explica Jabis Alexandre, diretor geral de Automóveis e Massificados do GRUPO BB E MAPFRE.

A cobertura básica do seguro é o pagamento do aluguel, uma vez que a imobiliária pode acionar a seguradora após completar dois meses sem receber o depósito do inquilino. O BB E MAPFRE também oferece pacotes adicionais que contemplam o ressarcimento de danos causados à infraestrutura do imóvel, à pintura, o pagamento de despesas como IPTU, condomínio, água, luz e gás e, por fim, a multa por rescisão contratual.

Quais são as vantagens para o locatário? A apólice oferece vantagens desde o momento da contratação. Alexandre complementa que o produto “é uma alternativa para quem não pode optar pelo fiador e/ou desembolsar a alta quantia de dinheiro necessária para o depósito-caução que é, em média, três vezes o valor mensal do aluguel”.

Além disso, o GRUPO BB E MAPFRE oferece um plano de assistências gratuitas para a residência. O morador pode solicitar serviços de profissionais, como encanador, eletricista, chaveiro, vidraceiro etc., para a resolução de problemas domésticos básicos. A assistência pode ser acionada até três vezes ao ano.

Quanto custa? A média praticada pelo mercado é de dois meses de aluguel, mas o preço varia conforme detalhes do contrato escolhidos pelo proprietário do local. O valor do seguro considera o perfil do segurado, as coberturas escolhidas, o tipo de imóvel, a região etc. Para facilitar a compra, o GRUPO oferece a opção de parcelamento em até 10 vezes.

Como e quando acionar a seguradora? A apólice pode ser acionada após a ausência do pagamento de duas parcelas do aluguel. Nesse caso, a imobiliária deve entrar em contato com a seguradora e enviar os documentos necessários. O pagamento será realizado até o vencimento da próxima parcela, após o envio dos documentos necessários.

(Redação - Agência IN)

Última modificação emSegunda, 25 Julho 2016 15:47