Taxas de juros recuam em novembro, mostra BC

Em novembro, o custo médio das operações de crédito ativas do Sistema Financeiro Nacional, aferido pelo Indicador de Custo do Crédito (ICC), situou-se em 21,7% a.a. (-0,1 p.p. no mês e -1,5 p.p em doze meses), com redução no crédito livre (-0,4 p.p., para 35,5%) e estabilidade no direcionado (em 8,9% a.a.), segundo dados do Banco Central (BC).

CMN reduz juros de financiamentos do BNDES (TJLP) para 6,75% ao ano

As empresas que contraírem empréstimos e financiamentos no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pagarão juros de 6,75% ao ano até o fim de março. O Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu reduzir em 0,25 ponto percentual a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) para o próximo trimestre.

Taxas de juros das operações de crédito voltam a recuar

As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser reduzidas em novembro/2017, sendo esta a décima segunda redução consecutiva e décima terceira redução em 02 anos, segundo dados da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

BC sinaliza que pode fazer novo corte na taxa básica de juros

A taxa básica de juros, a Selic, poderá voltar a ser reduzida em fevereiro de 2018. É o que sinalizou o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, em ata da última reunião, realizada na semana passada, quando a taxa chegou ao seu menor nível histórico: 7% ao ano. A expectativa de instituições financeiras é que essa taxa seja reduzida em 0,25 ponto percentual na próxima reunião do comitê, indo para 6,75% ao ano.

Queda dos juros é acertada mas crescimento depende de urgência na reforma da previdência, diz FIRJAN

O Copom tem conduzido de forma acertada o processo de redução da taxa de juros. A economia tem mostrado sinais mais claros e disseminados de recuperação, ao mesmo tempo em que as expectativas para a inflação permanecem estáveis e dentro das metas estabelecidas. Na indústria, a produção está em crescimento após registrar treze trimestres consecutivos de queda.

Ainda há espaço para novos cortes na Selic, avalia SPC Brasil

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) considera acertada a decisão tomada na noite desta quarta-feira (06/12) de reduzir a taxa Selic em 0,5 pontos percentuais. Com esse novo corte, a taxa básica de juros da economia brasileira diminui de 7,5% para 7,0% ao ano, atingindo uma nova mínima histórica – abaixo dos 7,25% observados entre o final de 2012 e o início de 2013.

 

BC toma a atitude mais correta ao cortar a Selic, afirma ACSP

Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), comemora a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) de cortar a taxa básica de juros (Selic) em meio ponto percentual.

 

Assinar este feed RSS