Focus mostra PIB estável em 2018, revela BC

Divulgado nesta segunda-feira, 14, pelo Banco Central (BC), o boletim Focus, apontou divergências na projeção dos analistas do mercado financeiro para o desempenho da economia brasileira em 2017 e 2018.

Presidente do BC apresenta indicação de novos diretores

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, apresentou ao Presidente da República, Michel Temer, os nomes de Maurício Costa de Moura e de Paulo Sérgio Neves de Souza, servidores de carreira do Banco Central, para ocupar os cargos de Diretor de Administração e de Diretor de Fiscalização, respectivamente.

IC-Br recua 0,58% em julho

O Índice de Commodities Brasil (IC-Br), que acompanha os preços das commodities (produtos primários com cotação internacional), registrou, em julho, queda de 0,58%, na comparação com junho. Em 12 meses encerrados em julho, o índice apresentou alta de 0,54%.

Setor público consolidado registrou déficit de R$19 bi em junho

O setor público consolidado registrou déficit primário de R$19,6 bilhões em junho, segundo dados do Banco Central (BC). O resultado primário do Governo Central foi deficitário em R$19,9 bilhões, e o dos governos regionais e das empresas estatais, superavitário em R$240 milhões e R$145 milhões, respectivamente.

Dívida mobiliária federal totalizou R$3.233 bilhões em junho

A dívida mobiliária federal interna fora do Banco Central, avaliada pela posição de carteira, totalizou R$3.233,7 bilhões (50,6% do PIB) em junho, registrando acréscimo de R$103,5 bilhões em relação ao mês anterior, segundo dados do Banco Central (BC). O resultado refletiu emissões líquidas de R$72,2 bilhões, acréscimo de R$0,3 bilhão em razão da depreciação cambial, incorporação de juros de R$22,8 bilhões e ajuste patrimonial de R$8,2 bilhões.

Saldo diário da base monetária atingiu R$250 bi em junho

A média dos saldos diários da base monetária atingiu R$250,5 bilhões em junho, registrando aumentos de 1% no mês e de 5,9% em doze meses, segundo dados do Banco Central (BC). A variação mensal refletiu as elevações dos saldos das reservas bancárias (4,4%) e do papel-moeda emitido (0,4%).

Assinar este feed RSS