Novo presidente da França e depoimento de Lula a Moro são destaques da última semana

Novo presidente da França e depoimento de Lula a Moro são destaques da última semana Foto: Divulgação Novo presidente da França e depoimento de Lula a Moro são destaques da última semana

No Brasil, queda do IPCA e avanço da Reforma da Previdência ganharam notoriedade. Lá fora, demissão do chefe do FBI e queda nos estoques de petróleo dos EUA marcaram os últimos dias.

BRASIL
Mercados domésticos
A estimativa para a inflação neste ano saltou de 4,03% para 4,01%. A perspectiva é que a inflação fique abaixo do centro da meta estipulada (4,5%). Desde 2009, o centro da meta não é atingido.

As exportações já somam US$ 3,58 bilhões este mês, correspondendo a um avanço de 7% na comparação com o mesmo período do ano passado. Outro destaque foi a desaceleração do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 0,25% em março para 0,14% em abril. O principal fator que influenciou esse resultado está relacionado às tarifas de energia elétrica, que ficaram 6,39% mais baratas, além da queda de 1,95% nos preços dos combustíveis.

Cenário Político
A comissão especial da Câmara rejeitou os destaques apresentados ao texto da reforma da Previdência. Dessa forma, o projeto seguiu para o plenário da Câmara, onde o governo precisará de 308 votos para sua aprovação. 

Outro destaque da última semana foi o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz federal Sérgio Moro. Marcado por momentos de tensão, o petista respondeu por supostas vantagens indevidas recebidas da OAS para aquisição de um tríplex no Guarujá.

Cenário Corporativo
O Tesouro Nacional informou que venderá ações do Banco do Brasil (BBAS3) em até 24 meses. Serão vendidos os papéis do BB detidos pelo Fundo Fiscal de Investimentos e Estabilização. 

A defesa da Eletrobras (ELET6) negou junto à Justiça dos EUA qualquer participação da companhia e de ex-executivos em um caso que envolve suspeita de atuação em esquema de corrupção, como acusou um grupo de investidores numa ação coletiva que deu entrada na justiça norte americana.

A lojas Americanas (LAME4) aprovou um programa de recompra de ações para adquirir até 10 milhões de ações preferenciais e 10 milhões ordinárias. O novo programa se encerrará no dia 09 de maio de 2018. A Petrobras (PETR4) reportou lucro líquido de R$ 4,449 bilhões no primeiro trimestre de 2917. No mesmo período do ano passado, foi registrado prejuízo de R$ 1,246 bilhão.

MUNDO
EUA
Donald Trump demitiu o diretor do FBI James Comey. Em uma carta, o FBI afirma que Comey cometeu um erro ao dizer que Huma Abedin enviou emails para o computador de seu marido, o ex-deputado Anthony Weiner.

O CPI dos EUA teve alta de 0,2% em abril em relação a março. Os preços ao consumidor em doze meses subiram 2,2% em abril, abaixo do avanço de 2,4% de março. As vendas no varejo nos Estados Unidos, por sua vez, subiram 0,4% em abril ante março. Na comparação anual, as vendas totais do varejo tiveram expansão de 4,5% em abril. 

Os estoques de petróleo tiveram queda de 5,247 milhões de barris na última semana, sendo registrados em 522,525 milhões de barris. Os estoques de gasolina tiveram recuo de 150 mil barris, fechando em 241,082 milhões de barris. Os estoques de destilados recuaram 1,587 milhão de barris, mas a produção de petróleo subiu a 9,314 milhões de barris na semana anterior.

Europa
O candidato do “En Marche!”, Emmanuel Macron, foi eleito no segundo turno da eleição presidencial da França com 66,06% dos votos. Marine Le Pen, candidata de extrema-direita, obteve 33,94% dos votos. 

A produção industrial da zona do euro teve uma inesperada queda de 0,1% em março ante fevereiro. Na comparação anual, a produção do bloco cresceu 1,9% em março.

Ásia
As exportações da China avançaram pelo segundo mês consecutivo em abril, à medida que a demanda por bens continuou a melhorar. As importações da China subiram 11,9% em abril ante igual mês do ano passado. 

As compras chinesas de petróleo bruto registraram avanço anual de 5,6%, chegando a 34,39 milhões de toneladas. O valor é equivalente a 8,4 milhões de barris por dia. Já as importações de minério de ferro caíram 2% em abril frente ao mesmo mês do ano passado, enquanto as de cobre sofreram redução de 33%.

(Redação - Agência IN)