"Mais importante do que elevar os juros ou aumentar tributos, é cortar os gastos para controlar a inflação", diz presidente da ACSP

  •  
"Mais importante do que elevar os juros ou aumentar tributos, é cortar os gastos para controlar a inflação", diz presidente da ACSP Foto: Divulgação "Mais importante do que elevar os juros ou aumentar tributos, é cortar os gastos para controlar a inflação", diz presidente da ACSP

A elevação da SELIC em 0,5 ponto percentual decidida pelo COPOM em sua reunião de hoje, embora de acordo com as perspectivas do mercado financeiro, afigura-se como equivocada, considerando-se o baixo nível das atividades econômicas e a forte desaceleração do consumo.

Deve-se ressaltar que a elevação do IOF para as pessoas físicas, bem como o aumento de tributos e tarifas - o que drena parcela importante da renda da população - poderão agravar a desaceleração em curso. Além disso, os custos das empresas e os investimentos serão afetados negativamente, comprometendo ainda mais o crescimento da economia. Consideramos que, mais importante do que elevar os juros ou aumentar tributos, é cortar os gastos para controlar a inflação, afirma Rogério Amato, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

 (Redação - Agência IN)