Ibovespa sobe com cenário político no radar

Ibovespa sobe com cenário político no radar (Foto: Divulgação) Ibovespa sobe com cenário político no radar

O principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, oscila entre perdas e ganhos nesta quarta-feira, 13, com investidores de olho no cenário político. Há pouco, o índice, operava com alta de 0,05%, aos 74.574 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 2.865 bilhões.

De acordo com relatório diário da Lerosa Investimentos, o mercado tende a acompanhar o dia agitado tanto em Brasília quanto Curitiba, com investidores atentos à possibilidade de nova denúncia de Janot contra Temer e após a abertura de inquérito por Barroso por conta do Decreto dos Portos e relatório da PF apontando o quadrilhão do PMDB.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da Hypermarcas (ON) que avançavam 1,40% e a Kroton (ON) que apresentavam alta de 1,20%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da Localiza (ON), que decaíram 3,58% e da Sid Nacional (ON) que recuavam 2,16%.

Agenda

O setor de serviços recuou 0,8% em julho frente a junho (na série com ajuste sazonal), após ter crescido 1,3% em junho e 0,3% em maio, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na série sem ajuste sazonal, em relação a julho de 2017, o setor de Serviços teve queda de 3,2%, depois de recuar em junho (-3,0%) e maio (-1,9%). A taxa acumulada no ano está em -4,0% e a dos 12 meses, em -4,6%.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, registrou alta de 0,05% na primeira semana de setembro, contra os 0,10% registrados na última semana de agosto. Nesta apuração, o item de Habitação pesa mais no orçamento doméstico, passando de 0,72% para 0,84%.

Política

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar hoje o pedido feito pela defesa do presidente Michel Temer para seja declarada a suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para atuar nas investigações relacionadas ao presidente. A sessão está prevista para começar às 14h.

Além disso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva depõe hoje na sede da Justiça Federal do Paraná, em Curitiba. Ele será ouvido às 14h pelo juiz Sérgio Moro, no segundo processo a que responde no âmbito da Operação Lava Jato.

E vale destacar que a Polícia Federal (PF) prendeu preventivamente o diretor-presidente da JBS, Wesley Batista, na manhã de hoje na capital paulista. 

Exterior

No exterior, o Eurostat divulgou que a produção industrial nos 17 países que compõem a zona do euro registrou alta de 0,1% em julho, na comparação com o mês anterior. Analistas previam ganhos de 0,1%. Por outro lado, na comparação com o mesmo mês do ano passado, por sua vez, a produção industrial da região subiu 3,2%. O resultado ficou abaixo do previsto (3,4%).

Para finalizar, o Departamento do Trabalho dos EUA divulgou que o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) subiu 0,2% em agosto, na comparação com o mês anterior, considerando-se ajustes sazonais. O resultado veio abaixo da previsão dos analistas, que esperavam um aumento de 0,3%.

(MR – Agência IN)