Ibovespa sobe 1,07% impulsionado por Petrobras

Ibovespa sobe 1,07% impulsionado por Petrobras (Foto: Divulgação) Ibovespa sobe 1,07% impulsionado por Petrobras

O principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, opera com ganhos nesta sexta-feira, 18, impulsionado por Petrobras. Há pouco, o índice, operava com alta de 1,07%, aos 68.705 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 6.401 bilhões.

De acordo com relatório diário da Lerosa Investimentos, o mercado tende a operar descolado do exterior ao menos na abertura com melhora das commodities, após envio ontem ao Congresso do projeto de lei que altera as metas fiscais de 2017 e 2018, que deve passar pela Comissão Mista de Orçamento antes de votação em plenário no Congresso. Ainda no radar, expectativa pela votação da TLP e do novo Refis, após retorno do otimismo com segundo semestre com IBC-Br e dados recentes da PMC e PMS divulgados pelo IBGE durante a semana.

Entre as oscilações positivas em destaque na sessão estão os papéis da BB Seguridade (ON) que avançavam 3,89% e a Natura (ON) que apresentavam alta de 3,71%. Em contrapartida, entre os destaques negativos, estão os papéis da Kroton (ON), que decaíram 2,15% e da Suzano Papel e Celulose (PNA) que recuavam 1,75%.

Agenda

A Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgou que o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou, no segundo decêndio de agosto, variação de 0,03%. No mês anterior, para o mesmo período de coleta, a variação foi de -0,71%.

Além disso, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou que a confiança do empresário industrial aumentou em agosto, após dois meses de queda. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) atingiu 52,6 pontos neste mês, um aumento de 2 pontos na comparação com o mês anterior.

Exterior

No exterior, a conta corrente na zona do euro alcançou um excedente de € 21,2 bilhões em junho, de acordo com informações ajustadas sazonalmente divulgadas pelo Banco Central Europeu (BCE). No mês anterior, o número registrado foi de € 30,5 bilhões (dado revisado). Analistas previam uma alta para € 27,3 bilhões para o mês de junho.

Por outro lado, o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da Alemanha subiu 0,2% em julho deste ano, um resultado acima do esperado pelo mercado (0,1%). Os dados foram divulgados pela agência de estatísticas do País, a Destatis.

Para finalizar, a confiança dos consumidores americanos deverá avançar um pouco mais do que o esperado, segundo o índice publicado pela Universidade de Michigan. O índice deverá marcar 97,6 pontos em agosto, contra os 93,4 de julho. Os analistas esperam 94 pontos.

(MR – Agência IN)